Capa Warren G, Tupac e Suge Knight Capa Warren G, Tupac e Suge Knight

Warren G recusou música com Tupac por medo de Suge Knight

Alguns capangas de Suge Knight foram encontrar Warren G dentro de gravadora.

Falando no último episódio de Hotboxin’ com Mike Tyson, o rapper e produtor de Long Beach, Warren G, foi questionado sobre seu relacionamento com Tupac. Ele revelou que foi mais difícil se relacionar com o lendário artista depois que ele foi libertado da prisão no final de 1995 e após sua assinatura com a Death Row Records. “Não tivemos a chance de nos conectar depois que ele saiu – na verdade, eu o vi uma vez depois que ele foi libertado da prisão”, disse Warren aos apresentadores Tyson e DJ Whoo Kid.

“Nós estávamos no House of Blues e ele me abraçou tipo, ‘Warren!’ Nós estávamos nos abraçando um pouco e então ele me me disse: ‘Vamos para o estúdio mano, eu vou reservar algum tempo pra nós’”. Warren G recusou a oferta de Tupac depois de descobrir que ele queria que eles gravassem na Can-Am Recorders, o notório estúdio caseiro de Hollywood da Death Row Records – agora de propriedade da MixedByAli da Top Dawg Entertainment. “Eu não estou pronto para sair por aí”, disse o rapper a ‘Pac.

Capa Tupac Shakur
Foto: reprodução

O hitmaker de “Regulate” continuou explicando que Tupac não sabia que ele havia sido expulso do estúdio anteriormente. De acordo com Warren G, ele estava no estúdio com Snoop Dogg, Daz Dillinger e outros quando Suge Knight pediu para falar com ele na infame “Sala Vermelha” do local.

Warren disse que uma vez que ele entrou na sala, outro homem interveio com Suge Knight e começou a falar sobre alguns rumores que ele ouviu, que Warren chamou de “besteira” e, em retrospectiva, acha que o confronto teve algo a ver com o fato de que o meio-irmão Dr. Dre havia deixado a Death Row Records sem a menor cerimônia – sem o conhecimento de Warren G na época.

“Eu sabia que era besteira quando o filho da put* disse algo sobre algumas vadias dizendo que eu estava tentando pegar ele. Eu não sei por que eles estavam viajando, mas eles estavam mentindo”, disse Warren G. Uma briga se seguiu entre Warren e alguns dos capangas de Suge, o que levou o rapper a ter sua corrente roubada. “[Lil’] C-Style, não vou mentir, foi ele quem causou a distração para que eu pudesse sair de lá”, disse ele, explicando como o rapper da LBC Crew o ajudou a escapar de uma briga.

Warren acrescentou que ele “tinha uma glock” na época. “Eu não vou mentir, eu queria puxar [isso] para fora e começar a trabalhar, mas eu tive que pensar porque era um bando de caras aqui do lado de fora da porta, um bando de policiais que estavam trabalhando ao mesmo tempo naquela época, então eu estava em uma situação f*dida”, disse Warren. Foi por causa desse incidente que ele e Tupac não puderam colaborar.

Em notícias relacionadas, DJ Quik revelou que quase foi morto por membros da Death Row por fazer cópia do álbum do Tupac. Eventualmente, o CEO da Death Row, Suge Knight, ouviu falar do álbum sendo distribuído por Los Angeles e não ficou satisfeito. “Quase fui morto por causa de uma cópia falsa do 2Pac! Colocaram uma metralhadora na minha cara!”

Warren G, Rapper, Producer, Regulator | Hotboxin' with Mike Tyson