Xamã faz post demonstrando irritação com quem cuida de sua carreira

Foto: Reprodução/Instagram

Xamã relatou que ‘todo mundo está fazendo o que quer’ com sua vida e carreira.

Nas últimas semanas, vem sendo comentada a possibilidade de Xamã ser contratado pela Rock Danger, de Major RD, após o rapper autor do álbum ‘Ascensão do Cisne Negro‘ movimentar as redes sociais com a demonstração do desejo de contratar o seu amigo de longa-data para a sua gravadora, entretanto, ciente da dificuldade, pois o ex-integrante da Baguá Records está num grande patamar.

Apesar das chances serem grandes, visto que os rumores aumentaram e os artistas passaram a andarem ainda mais juntos recentemente, a situação não parece estar andando tão simples assim. Isso porque, na tarde desta terça-feira (3), o dono de hits como ‘Malvdadão 4‘ fez duas duvidosas publicações de insatisfação com aqueles que estão gerenciando a sua carreira atualmente.

Foto: Reprodução/Instagram

Inicialmente, ele colocou um vídeo inquieto enquanto dirigia, demonstrando estar altamente aborrecido. Na sequência, divulgou a imagem de uma conversa através de um aplicativo de mensagens com os devidos responsáveis que vêm causando esse desprazer pessoal em Geizon Carlos da Cruz Fernandes, afirmando, resumidamente, estar sendo controlado.

“Vamos lá… Mano, tô muito puto. Vocês não deixam eu fazer porra nenhuma. Tudo não pode, tudo vai me queimar. Mas só posso ser bom se eu for autêntico. Todo mundo vem e faz o que quiser com minha vida, e eu tenho que ficar postando stories fingindo que esses merdas não tão fazendo um inferno. Todo mundo agora posta o que quer na porra do meu Instagram, caralho”, comentou.

Na sequência, relatou que não suporta mais a condição e que não poupará reações espontâneas, dizendo que falará o que vem passando em sua cabeça e que um grupo de profissionais aliados a ele devem se responsabilizar pelas consequências que virão. “Já deu, vou mandar um por um para a casa do caralho e vocês resolvem isso depois”, finalizou.

Confira o acontecimento na publicação abaixo:

Sair da versão mobile