40 mil abelhas atacam grupo de bombeiros na Califórnia

Um enxame de quase 40.000 abelhas atacou os socorristas em um hotel na Califórnia nesta semana.

Policiais em Pasadena, Califórnia, foram atacados por 40.000 abelhas assassinas em um Hampton Inn enquanto respondiam a um chamado de uma única picada de abelha – era uma emboscada de abelhas. “Estou no departamento de bombeiros há 18 anos e respondi a vários incidentes de abelhas”, explicou à CNN Lisa Derderian, do Departamento de Bombeiros de Pasadena. “Mas nunca a essa magnitude. As abelhas eram muito agressivas. Alguém poderia ter tido uma reação alérgica e poderia ter sido grave e ou fatal”.

Cinco indivíduos foram hospitalizados desde o incidente, três dos quais são socorristas. Um especialista em abelhas que foi levado ao local estimou que havia entre 30.000 e 40.000 abelhas africanas. O primeiro bombeiro a entrar foi picado 17 vezes. A colmeia já foi removida e as abelhas desocuparam a área. Ele estava localizado no telhado do Hampton Inn, de quatro andares, e exigiu o uso de extintores de dióxido de carbono e espuma.

As abelhas africanas, comumente referidas como abelhas assassinas, são um híbrido que foi introduzido pela primeira vez em 1956, no Brasil, na tentativa de aumentar a produção de mel; no entanto, 26 enxames escaparam à quarentena e logo se espalharam pela América do Norte e do Sul. Elas são conhecidas por matar seres humanos, cavalos e outros animais.