Febre 90’s: a bem sucedida mistura de inspirações artísticas e vivenciadas

Numa corrida superficial pelo pioneirismo na cena, encontra-se um nado contra a maré, reverenciando aquilo e aqueles que os despertam artisticamente

Trazendo referências da pegada do rap dos anos 90, a dupla formada por PumaPJL e SonoTWS sintetiza perfeitamente a adaptação às inspirações culturais e manifestações políticas na atualidade, unindo a realidade do MC morador da favela da Mangueira, no Rio de Janeiro, ao beatmaker localizado no município de Jundiaí, em São Paulo.

Como já perceptível na distância entre os dois, você deve ter se perguntado como surgiu essa amizade, que se encaixou tanto… foi através de uma conversa em rede social, iniciando com uma singela troca de elogios. A partir daí, foram conversando, percebendo uma conexão e então surgindo naturalmente a possibilidade da colaboração com o que o fez chegarem até ali, a música.

Inicialmente, Sono mandou alguns instrumentais ao Puma, que curtiu e, logo, como de costume, transformou em rimas as suas vivências. Os dois primeiros sons a serem lançados entre os dois foram Intro e Aquelas Coisas, ambos integrantes do EP Naturalidade (lançado em 5 de dezembro de 2020), de estreia do MC carioca. Após isso, foram percebendo mais ainda a eficiência e coletividade já existente. Decidiram então moverem um projeto em dupla, surgindo o Febre 90’s.

Em 30 de abril de 2021 lançaram a faixa No Piscar dos Olhos, com participação da Lis MC agregando na melodia e acrescentando mais algumas vivências em seus versos, enfatizando o que chamam de Música Popular da Selva de Concreto Brasileira.

Já em 30 de setembro do mesmo ano, trazendo referência direta ao lendário Bezerra da Silva, utilizando como título, inclusive, um dos grandes termos dele: Malandro Demais Vira Bicho. Essa foi a primeira faixa da Febre 90’s a alcançar a marca de um milhão de reproduções, próxima de atingir um ano de lançamento.

Desde então, a dupla vem movimentando alguns singles e está em processo de criação do disco de estreia, já revelado que será lançado neste ano de 2022.

Os dois têm uma forma rara atualmente de se comunicar através das redes sociais e até mesmo em suas apresentações. Não curtem mostrar a cara, adotando então uma maneira idêntica a que MF DOOM ditava sua carreira, fazendo seus shows de máscara, mostrando que o que há a ser consumido de si é a música e nada além disso.

As redes sociais, ao mesmo tempo que ajudam os artistas a estarem mais próximos do público, vêm exigindo muito para que os conteúdos possam estar disponíveis e sejam corretamente entregues aos seus seguidores; então essa é uma forma altamente interessante e importante de se posicionar contra esses problemas.

Algo que não conseguimos encontrar na dupla é falta de originalidade e forçação de barra, pelo contrário, criam o que querem, quando querem e lançam assim que encontrarem o momento ideal. Não há muito planejamento, sendo assim, sobra naturalidade.

Seja narrando a ambição da vivência de um moleque envolvido no crime da comunidade ou passando a sensação de uma simples ida à praia num domingo normal no Rio de Janeiro, PumaPJL e SonoTWS dão sentimento, malícia e emoção às vivências do dia-a-dia.