Adele é acusada de apropriação cultural ao aparecer com penteado africano

44

Adele postou uma nova foto no Instagram em homenagem ao Carnaval anual de Notting Hill em Londres.

A cantora Adele compartilhou uma nova foto no Instagram no domingo à noite que instantaneamente se tornou viral. A imagem mostra a cantora com um top de biquíni da bandeira jamaicana, calças de ioga e um novo penteado. “Feliz o que seria o Carnaval de Notting Hill, minha amada Londres”, escreveu Adele no Instagram, na noite de domingo, em homenagem ao evento anual. O festival de rua acontece todo mês de agosto em Notting Hill, Londres, mas foi cancelado este ano devido à pandemia do coronavírus. Mais uma vez, o post no Instagram de domingo mostra a notável perda de peso de Adele nos últimos anos.

A seção de comentários da imagem está repleta de debates entre os fãs, muitos argumentando que Adele está cometendo uma apropriação cultural com sua fantasia e outros defendendo a artista. “Ela é de Londres e jamaica faz parte da cultura daqui, então pare e reconheça que ela está prestando uma homenagem”, comentou um fã. “Ok, para todos que não entendem. A razão pela qual as pessoas estão com raiva é porque as mulheres negras foram julgadas por seus cabelos durante anos, mas quando uma mulher branca faz isso, ela é elogiada”, explicou outro fã. “É irritante e lamentável. Então, sim, é ofensivo.”

Apropriação cultural de Adele?

O fato é que Adele apareceu na foto usando o penteado chamado “Nós Bantu”. Ele é feito de pequenos coques, e inspirado em um grupo etnolinguístico africano e foi apontado por muitos, que esse tipo de atitude, é sim uma apropriação cultural. “Se 2020 não pudesse ficar mais bizarro, Adele está usando Nós Bantu e apropriação cultural que ninguém pediu. Isso oficialmente marca todas as principais mulheres brancas do Pop como problemáticas. Odeio ver isso”, afirmou o conceituado jornalista Ernest Owens.

 

Confira a postagem do Instagram abaixo.