Apple estaria interessada em comprar o Manchester United por R$ 37 bilhões

Manchester United atualmente pertencente a família Glazers, que é bastante criticada pelos torcedores do clube

Nesta semana, uma notícia envolvendo um dos maiores clubes da história do futebol. O renomado tablóide britânico Daily Star, afirmou que os donos da Apple desejam firmar a compra do Manchester United. Além disso, a maior empresa de tecnologia do mundo considera pagar US$ 6,9 bilhões pela equipe. Vale lembrar que a Apple não possui nenhuma experiência no ramo esportivo, mas que o CEO da gigante tecnológica, Tim Cook, estaria disposto a entrar no meio do futebol e adquirir o Manchester United seria um grande passo.

Foi confirmado que os Glazers, família proprietária do clube por 17 anos, decidiram colocar os Red Devils à venda. O comunicado oficial diz que estão explorando “alternativas estratégicas”. Ainda de acordo com o tablóide, o CEO Tim Cook está ansioso com essa possibilidade e deve  negociar com os bancos indicados para supervisionar a venda, que incluem o The Raine Group.

A mesma fonte ainda crava que o objetivo da Apple seria fazer do Manchester United o clube mais rico do mundo, ultrapassando equipes como Newcastle, Manchester City e Paris Saint-Germain, que sabidamente já têm donos cheios da grana.

O valor pedido pelos Glazers é considerado “irreal”; a família estadunidense deseja vender o United por 8,3 bilhões de libras (R$ 53,5 bilhões). Para efeitos de comparação, a revista “Forbes” avalia o Real Madrid como o clube mais valioso do mundo, em 4,2 bilhões de libras (R$ 27 bilhões).

Além do Manchester United, outro gigante inglês que está à venda é o Liverpool. Recentemente, o Chelsea também foi vendido pelo bilionário russo Roman Abramovich, adquirido pelo empresário estadunidense Todd Boehly.

Related Posts

EM ALTA

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.