Apesar dos assessores de Trump afirmarem que Rocky nunca os agradeceu, Rocky disse que ligou para o presidente pessoalmente após seu incidente na Suécia.

2019 foi um ano agitado para A$AP Rocky, e o mesmo pode ser dito para Donald Trump. O rapper se viu preso na Suécia no ano passado depois de uma briga na rua. Embora ele alegasse legítima defesa, ele foi condenado, mas Trump aparentemente tentou convencer as autoridades da Suécia a libertar o rapper.

Rocky chegou ao Breakfast Club hoje mais cedo para falar sobre o Yams Day 2020, onde revelou que falou sobre o envolvimento de Trump. O rapper explicou que ele foi deixado no escuro na Suécia sobre quando ele realmente seria libertado e apenas ter algum tipo de apoio significava o mundo para ele.

“Eu não sinto nada disso”, disse ele sobre Trump falando sobre seu caso na Casa Branca. “Fiquei muito agradecido por todos que me apoiaram. Até ele. Você sabe, estando nessa situação, porque quando você está lá, o apoio é o que te eleva.”

O rapper foi mais tarde libertado e levado de volta para os EUA, mas alguns membros da equipe de Trump expressaram que estavam chateados por Rocky nunca lhes agradecer pessoalmente. Bem, parece que isso foi mentira. “Falei com [Trump] para agradecê-lo”, disse ele. “Não concordo com toda a merda política que ele faz, mas sou grato por todos que me apoiaram lá”.

Confirmando que falou pessoalmente com Trump por telefone, ele acrescentou que Trump sempre será conhecido por ele como o cara que grita “você está demitido!” no reality “O Aprendiz”. “Então, quando eu estou realmente na Suécia e pensando em toda essa merda política, eu meio que pensei que isso iria piorar a minha situação, mas eu ainda estava agradecido. Estou apenas sendo sincero”, acrescentou.

Embora o rapper não tenha entrado em detalhes sobre a conversa em si, quando Charlamagne mencionou o envolvimento de Melania, Rocky simplesmente declarou: “Acho que ela me acha bonito”.

Confira a entrevista abaixo.