Início Destaque Baco responde críticas de que ele só fala de sexo nas músicas

Baco responde críticas de que ele só fala de sexo nas músicas

46

Baco tirou o dia para responde alguns haters.

O rapper Baco Exu Do Blues finalmente resolveu abordar as críticas que muitas pessoas tem sobre ele. Muitas pessoas andam dizendo que o artista se perdeu desde que lançou seu álbum “Esú”, chamam ele de vendido, e até mesmo que só fala sobre sexo em suas músicas.

Enquanto este assunto voltou a tona quando ele anunciou o ep “Não Tem Bacanal Na Quarentena”, com diversas músicas com títulos com conotações sexuais, o rapper viu novamente muitas pessoas criticarem ele, e agora resolveu responder todos eles através de diversos stories em seu Instagram. Baco Exu Do Blues começa falando que ele entrou no Twitter para saber o que estavam falando sobre ele, e foi surpreendido por alguns comentários que levaram ele até algumas reflexões.

“Tem Mc que só fala de maconha, que só fala de cocaína, que só fala de crime, que só fala de quando é foda, e as pessoas se incomodam mesmo porque eu falo de sexo? vocês glorificam estereótipos todo dia e se ofendem comigo” publicou Baco, falando sobre a crítica que vem recebendo há bastante tempo.

Outra crítica que o rapper respondeu é sobre ele ser vendido. “É muito doido nego falar que eu sou vendido e que conquisto as coisas por isso, vocês já pararam pra pensar quantos brancos padrões fazem um som comercial no formato padrão de fato e na intenção de ser vendido e não conseguiram as premiações nacionais e internacionais que eu consegui? inclusive são muitas e inéditas pra história do país mas vocês cagam do mesmo jeito. E pelo único fato de eu abordar temas raciais e religião de matriz africana meu som acaba não sendo tão ‘comercial’ assim como vocês pensam e que ocupei lugares onde não abriam porta pra isso”.

Baco diz que as pessoas tem direito de não gostar dele ou da música que faz mas entende que não precisa tentar inventar justificativas para isso: “Seja coerente” o rapper desabafa.

Ele finaliza dizendo que é ‘muito doido’ como as pessoas dizem lutar contra o preconceito mas só aceitam um tipo de negro. “Eu sou eu e dificilmente vou mudar, gosto das coisas que eu gosto, falo das coisas que eu falo… cada vivencia é uma vivencia.. nunca vou me tornar no que querem que eu me torne” finaliza.

Confira os stories abaixo.