Seguir

BBC pede desculpas por chamar Viola Davis de Beyoncé após o Grammy

Capa Viola Davis e Beyoncé Capa Viola Davis e Beyoncé
Foto: Timothy Norris/FilmMagic/Getty Images/ Reprodução

A BBC pediu desculpas por um gráfico com Viola Davis identificada como Beyoncé.

A BBC se desculpou por compartilhar uma imagem na qual legendava uma foto de Viola Davis, “A grande noite de Beyoncé”. A rede cometeu o erro durante uma transmissão em seu canal de notícias após o Grammy Awards de 2023. Mais tarde, eles se desculparam em um comunicado no Twitter. O canal diz que o erro não foi um caso de identidade equivocada, mas sim um problema técnico.

“Pedimos desculpas pelo erro ontem à noite, quando nossos canais de notícias mostraram brevemente uma fotografia de Viola Davis do Globo de Ouro de janeiro ao lado de uma manchete sobre Beyoncé no Grammy de ontem”, disse a BBC no comunicado. Um jornalista do veículo acrescentou que a questão pertencia a uma “sequência sobre os outros vencedores do Grammy”. É por isso que indicava “a grande noite de Beyoncé”.

Capa Beyoncé
Foto: Reprodução

Quanto a ser “a grande noite de Beyoncé”, a manchete partiu do fato de que a lendária cantora se tornou a artista mais premiada da história do Grammy. Após as vitórias de Melhor Álbum de Música Dance/Eletrônica, Melhor Canção de R&B e muito mais, Beyoncé alcançou 32 vitórias na carreira. Ela também empatou com o marido, Jay-Z, no maior número de indicações de todos os tempos.

Apesar do sucesso, Beyoncé não conseguiu levar para casa o prêmio de Álbum do Ano. Em vez disso, essa honra foi para Harry Styles pelo projeto, “Harrys House”. Jay-Z criticou a decisão em entrevista ao Tidal publicada na manhã seguinte.

“Eu me retiro do processo e espero que eles apenas acertem”, disse ele a Elliott Wilson para a peça. “Chegou ao ponto em que eu pensei, é apenas uma coisa de marketing. Você vai, você lançou um álbum e isso pode ajudar as vendas a subir”. Foi também uma grande noite para Viola Davis, que alcançou o raro status de EGOT. Ela ganhou o prêmio de Melhor Livro de Áudio, Narração e Gravação de Contação de Histórias. A Recording Academy a premiou por sua atuação no audiolivro de suas memórias, “Finding Me”.

Confira abaixo as postagens no Twitter: