Seguir

Bolsonaro usa vídeo de Kanye West falando sobre aborto para apoiar sua ideologia

O posicionamento contra aborto de Kanye West foi usado a favor de Bolsonaro.

Após mais uma semana de muitas polêmicas, Kanye West parou nos estúdios da Fox News para uma entrevista com o jornalista Tucker Carlson. No episódio de hoje à noite (06) do Tucker Carlson Tonight, Ye abordou vários dos seus comportamentos que viraram manchetes ao redor do mundo desde a semana passada.

Durante a entrevista, Kanye reafirmou sua postura contra o aborto, enquanto usava um colar contendo a imagem de um feto em um ultra-som. Logo após os vídeos da conversa serem divulgados, o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro usou o trecho de Ye falando contra o aborto para apoiar a sua ideologia e da direita conservadora em geral em relação ao assunto.

“Você projetou isso?” perguntou Carlson. “Sim”, Ye respondeu. “O que isso significa?” perguntou Carlson. “Só representa a vida. Sou pró-vida”, disse Ye. “Que tipo de resposta você recebe? E amém, eu concordo”, disse Carlson. “Eu não me importo com as respostas das pessoas”, disse Ye.

“Eu me preocupo com o fato de que há mais bebês negros sendo abortados do que nascidos em Nova York neste momento. 50% da morte negra na América é por aborto. Então, eu realmente não me importo com as respostas das pessoas. Eu me apresento para um público de uma pessoa, e isso é Deus.”

“Aborto é, sobretudo, a destruição do futuro, pois não existe futuro quando não se tem o direito de existir. A vida começa na concepção. Neste momento já somos quem sempre seremos: únicos e com alma. Essa é uma verdade permanente, independente de ser ano eleitoral ou não!”, afirmou Bolsonaro em seu post no Twitter com o vídeo de Kanye West.

Vale destacar que Kanye tem se mostrado um conservador e que apoia os ideais de direita nos últimos anos. O rapper chegou a apoiar Donald Trump nas últimas duas eleições americanas e em uma entrevista com a GQ ele explicou o motivo. O artista afirmou que só votou no ex-presidente dos Estados Unidos porque sempre viu no republicano alguém com mais capacidade para fazer seu portfólio de investimentos imobiliários crescer.

“Eu compro e vendo imóveis, e o mercado imobiliário americano está performando melhor agora do que quando [Barack] Obama era o presidente”, revelou o astro do hip hop quando Trump ainda estava na presidência. West foi além e também disse que esse seu aparente talento para o “real estate” não é algo que se aprende nas escolas, “lugares onde as crianças são ensinadas apenas a se tornarem propriedade dos outros”, segundo ele. Por fim, concluiu que decidiu ficar do lado de Trump porque não admite ouvir “pessoas brancas” dizendo em quem ele deve voltar.

Veja o post abaixo: