Britney Spears é acusada de cometer racismo contra 50 Cent, Jay-Z, Ludacris e Diddy

Britney citou apenas rappers negros quando falou sobre maconha, tentando demonizar a planta.

A cantora Britney Spears está sendo acusada de racismo após citar alguns nomes do rap enquanto insulta ex-namorado sobre maconha em sua casa. Recentemente, Federline, ex de Britney, surpreendeu o mundo ao atacar publicamente sua ex-mulher ao dizer que seus filhos, de 15 e 16 anos, não tinham um relacionamento legal com ela devido fotos que a cantora publicava na internet. Ela reagiu escrevendo um bilhete próprio, compartilhando que ficou magoada com a distância de seus filhos quando ela lhes deu tudo. A guerra de palavras continuou quando o novo marido e advogado de Spears se pronunciou em seu nome.

No entanto, Federline ressurgiu na quarta-feira (10 de agosto) e compartilhou vários vídeos, supostamente gravados por seus filhos, de Spears discutindo com com eles. Muitos descartaram as conversas acaloradas como uma mãe estando no limite de sua inteligência, mas depois que Spears emitiu mais uma resposta ao seu ex, vários fãs de Hip Hop decidiram criticar a cantora e acusá-la de racismo.

Britney Spears Instagram

Spears escreveu uma longa legenda em seu Instagram criticando Federline, mas foi uma parte que causou uma reação incendiária nas mídias sociais. “Então, tanto quanto vocês assistem, o que ele se refere à família dele como a família PERFECT BRADY BRUNCH… Eu posso garantir a vocês, essa casa tem mais maconha do que Ludacris, 50 cent, Jay Z e Puff Daddy tem juntos !!!!”

As pessoas reclamaram aos milhares que Spears citou apenas artistas negros da comunidade do Rap, que também são alguns dos mais influentes e bem-sucedidos. Eles acreditam que ela tentou demonizar a maconha como um insulto ao seu ex-marido, nomeando magnatas do rap quando há outros como Seth Rogen, Miley Cyrus e Willie Nelson, que também são entusiastas da maconha. Seus defensores rejeitaram qualquer alegação de racismo, argumentando que ela listou artistas que estavam no topo das paradas durante seu reinado anos atrás.

De qualquer forma, o comentário não caiu bem por Spears apenas mencionar rappers negros, especialmente aqueles que não são grandes divulgadores públicos da cultura da maconha, sendo que 50 Cent notoriamente não fuma. “Britney Spears usando Ludacris, 50 Cent, Jay Z e Puff Daddy para mostrar que K-Fed é um pai inadequado é racista e problemático”, comentou uma pessoa no Twitter. “Todos os fãs do yt olhando para seus favoritos, Britney Spears sendo casualmente racista sem motivo. O trauma dela não é desculpa”, outra pessoa digitou.