Bryson Tiller diz que seu último álbum foi prejudicado por sua depressão

Bryson falou sobre seu estado de espírito.

Bryson Tiller teve uma incrível aparição em 2015, com o lançamento de seu projeto de estréia, Trapsoul , que alcançou o número oito nas paradas da Billboard e lhe rendeu uma indicação ao Grammy. Seu segundo álbum, True To Self, estreou em primeiro lugar na parada da  Billboard, mas aparentemente não teve o mesmo impacto que Trapsoul, e Bryson sabe por quê.

No Twitter, um fã postou algumas imagens de conversas que Tiller estava tendo com os fãs online. Os fãs alegaram que ele não demonstrou lealdade ao não lançar nenhuma música este ano, e que ele caiu na cena. Embora nenhum dos pedidos tenha sido justificável, a Internet sempre traz o pior das pessoas, e Tiller respondeu de maneira elegante e até concordou que, de fato, ele havia caído.

Bryson viu o tweet e decidiu se explicar. Ele diz que estava em depressão após o lançamento de Trapsoul e, portanto, estava em um estado mental negativo quando fez True To Self. Ele então afirma que a recepção do álbum sofreu com isso.

A depressão pode ser incrivelmente debilitante, e o mito de que somente a boa arte pode surgir é uma ideia prejudicial e claramente falsa. Que Bryson ainda conseguiu criar um álbum número 1 enquanto sofria de depressão é algo que deve ser parabenizado.

Ele termina o tweet em uma nota esperançosa, no entanto. “Depressão terminou em 2017 e eu tenho trabalhado duro desde então. Fique atento”, disse Tiller. “Só queria esclarecer qualquer confusão sobre meu estado mental. Amo vocês!”, finalizou o artista.

Esperançosamente, Bryson Tiller pode provar que seus detratores estão errados quando seu próximo projeto sair.

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.