Seguir

Cardi B detona pessoas que atacaram Mac Miller e o deixaram depressivo antes da morte do rapper

Cardi B está se manifestando contra o cyberbullying sobre a morte de Mac Miller.

Cardi B começou uma conversa sobre saúde mental após um tweet viral que criticava o Grammy por convidar a família de Mac para a cerimônia de 2019, apenas para vê-lo perder o prêmio para Cardi B na categoria Melhor Álbum de Rap, voltou a circular na web.

Cardi respondeu compartilhando uma história sobre como a família de Mac estava “torcendo por ela” se Mac não ganhasse o Grammy. Ela questionou a necessidade do usuário do Twitter de trazer seu nome à tona e culpou a mídia social por atacar Mac durante seus tempos difíceis, incluindo seu acidente de carro e prisão por DUI em maio de 2018.

“A família dele não tinha nenhuma energia mesquinha, então por que você tem?” perguntou Cardi. “Eu odeio quando vocês fazem tweets de ódio como este para se tornarem virais, mas onde estava o amor quando vocês o atacaram por meses neste aplicativo e ele estava gritando por ajuda? Brincando com ele quando bateu com o carro? Vocês não se importam até que alguém vá embora.”

Ela também aproveitou a oportunidade para aumentar a conscientização das vítimas de bullying online, incluindo Mac. “É por isso que eu me expresso em lives, no Twitter ou xingando as pessoas porque alguns artistas ficam muito magoados por dentro com o bullyin nesses aplicativos e eles têm medo de falar e recorrem a outras coisas para anestesiar a dor. Ele lançou o álbum e vocês falaram que foi um ‘flop’ ‘NBC.’”

Cardi acrescentou: “Por que me mencionar? E em segundo lugar, por que eles não trazem o fato de que por meses as pessoas o criticaram e o colocaram para baixo nesses aplicativos, agora eles só falam sobre o incidente do Grammy, mas não trazem consciência para o bullying que ele passou e o afetou.”

Cardi alertou sobre os problemas de saúde mental causados ​​pelo cyberbullying. “Não é só sobre mim. É sobre cada celebridade … Então, quando eles se vão, eles trazem à tona um pequeno problema, mas não trazem o REAL PROBLEMA que é o cyberbullying que traz problemas com a saúde mental e depressão. Agora acabou.”

Mac Miller foi encontrado sem resposta em sua casa em Studio City, Califórnia, em 7 de setembro de 2018. O escritório do Los Angeles County Coroner determinou que o rapper de 26 anos morreu de uma overdose acidental de fentanil, cocaína e álcool.

Cardi, que recentemente fez história como a primeira rapper mulher a conquistar um disco de diamantecom “Bodak Yellow”, já demonstrou amor por Mac no passado. Momentos depois de ganhar o Grammy de Melhor Álbum de Rap em 2019, ela comemorou nos bastidores e anunciou que dividiria a homenagem com Mac. “Estou compartilhando este Grammy com você, filho da put*. Descanse em paz”, disse ela.