Seguir

Carl Chery reflete sobre os rappers que perdemos enquanto o Hip Hop lamenta a morte de Takeoff

Capa Carl Chery e Takeoff Capa Carl Chery e Takeoff
Foto: Jerritt Clark/Getty Images for Interscope Records/ Reprodução/Instagram

Takeoff foi baleado e morto durante uma briga.

Foi uma maneira inesperada de começar o mês enquanto terminamos as comemorações do Halloween: o rapper Takeoff foi baleado e morto durante uma briga. Relatórios especulativos invadiram as mídias sociais enquanto repórteres descobriam exatamente o que poderia ter levado a uma tragédia tão inesperada. O artista era muitas vezes provocado como sendo o membro “esquecido” do Migos – não porque seus talentos não se comparassem aos colegas de grupo Offset e Quavo, mas porque ele não era problemático e evitava controvérsias.

Após o recente lançamento de seu álbum “Unc & Phew”, “Only Built for Infinity Links” com Quavo, o Hip Hop ficou mais uma vez impressionado com o que Takeoff tinha a oferecer. Enquanto todos aguardavamos mais detalhes das autoridades sobre o que aconteceu, Carl Chery parou um momento para refletir sobre apenas algumas das perdas que o Hip Hop sofreu nos últimos anos – especificamente, os últimos quatro. O chefe de música urbana do Spotify  fez um tweet que motivou muitas conversas.

Rapper Takeoff, do trio Migos, morre baleado em tiroteio no Texas | Notícias | Quem
Foto: Reprodução / Instagram

Ele escreveu: “Perdemos XXXtentacion, Juice Wrld, King Von, Mac Miller, Nipsey Hussle, Pop Smoke, Young Dolph, Drakeo The Ruler, Mac Miller, MO3, Huey, Snootie Wild, JayDayYoungan, Trouble, PnB Rock e agora Takeoff nos últimos quatro anos. Eu nem sei mais o que dizer”. As respostas solidificaram o ponto não dito, pois os seguidores de Chery adicionaram mais nomes em sua seção de comentários que não cabiam no post original.

A trágica morte de Takeoff é o último assassinato que levou o Hip Hop a conversar sobre a violência dentro da cultura, mas esses não são os únicos discursos que ocorrem no momento. Como vários outros tiroteios como este, há fotos e vídeos do rapper morto circulando online. Houve um pedido para que essas postagens fossem removidas.

Confira abaixo as postagens no Instagram e no Twitter: