Deolane está sendo processada por morador de rua de Planaltina

Deolane e o morador de rua tiveram um embate nas redes sociais

Givaldo Alves, o morador de rua que teve relações sexuais com a esposa de um personal trainer em Brasília, processou a advogada Deolane Bezerra de calúnia após a influencer gravar um vídeo criticando a fama que Givaldo tem ganhado na internet em meio a falas polêmicas. As informações são do colunista Leo Dias, do Metrópoles.

“É um direito dele e de todos os cidadãos do Brasil. A Justiça está aí justamente para isso, mas estou tranquila e não retiro uma palavra do que disse antes. Minha luta sempre será em defesa das mulheres”, disse Deolane. Na última segunda-feira (7), Deolane usou seu perfil oficial no Instagram para criticar a fama que Givaldo vem recebendo da mídia. A advogada chegou a dizer que o morador de rua não é um “admirador das mulheres” e sim um aproveitador.

Capa Deolane Bezerra
Foto: reprodução

Ele viralizou no país depois de ter sido agredido por um personal trainer do Distrito Federal. A agressão veio à tona depois que o professor físico flagrou sua esposa fazendo sexo dentro de um carro com o mendigo, que hoje já possui mais de 300 mil seguidores no Instagram e vem, inclusive, fazendo trabalhos como criador de conteúdo digital.

O morador de rua acusa Deolane Bezerra de calúnia. A viúva de MC Kevin havia criticado a exaltação para com Givaldo, que repercutiu após ser flagrado fazendo sexo no carro com uma mulher com problemas psiquiátricos.