Diddy fala sobre morte de ex Kim Porter: “Eramos mais que almas gêmeas”

Diddy presta homenagem ao amor de sua vida.

Diddy quebrou seu silêncio sobre a morte trágica da mãe de seus filhos Kim Porter, em um vídeo de tributo com a música “When U Cry”. O vídeo começa com uma cena descrevendo a história registrada do afeto que eles compartilhavam. Diddy abraça Kim, em um ambiente íntimo, enquanto a música de amor toca o sentimento.

“Partiria meu coração
Se você fosse embora
E eu não acho que Eu
poderia fazer isso durante o dia
E eu sinto o jeito que você faz-ooh
E quando você chora
Baby, eu também estou chorando”

https://www.instagram.com/p/BqVMxmFHzYR/?utm_source=ig_embed

A cena, em seguida, corta para um momento inesperado, onde Kim e Diddy falam sobre as alegrias de “Black Love”, parcialmente explicados pelo vínculo que eles compartilham com seus filhos, e outros filhos de Diddy de outro relacionamento. As cenas foram tiradas de uma sessão de fotos de maternidade com a revista Essence em dezembro de 2006, enquanto Kim estava grávida de D’Lila Star Combs.

Diddy incluiu a seguinte mensagem como uma legenda para o seu post: “Nos últimos três dias eu tenho tentado acordar deste pesadelo. Mas eu não consigo. Eu não sei o que vou fazer sem você querida, eu sinto tanto a sua falta.”

Kim e Diddy mantiveram uma ligação amorosa no ano seguinte à sua separação amigável. Nos momentos que se seguiram a sua morte, Diddy se uniu aos seus parentes mais próximos.