Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

As referências no clipe “A Música Da Mãe” de Djonga

Djonga liberou mais cedo seu novo single, a faixa veio acompanhada de um clipe cheio de referências com direção do próprio Djonga e Naio Rezende, com algumas inspirações do famoso videoclipe “This Is America” de Childish Gambino. Os visuais são uma clara critica a nossa sociedade e visão dos acontecimentos atuais.

O rapper já começa o visual chegando numa “voadora” em um jovem branco e em todo o clipe, os fãs do rapper aparecem querendo uma foto com Djonga, enquanto diversas tragédias do cotidiano brasileiro acontecem ao fundo sem ninguém dar atenção.

Confira alguns dos momentos abaixo, vale lembrar que as teorias foram levantadas por fãs nos comentários do YouTube.

O clipe começa com Djonga dando uma voadora em um jovem Branco que rimava seus versos. Ele pode representar a industria musical, que usa a cor do garoto para vender mais, pois a industria sabe que a imagem de pessoas brancas vendem mais do que as pessoas negras. A voadora do rapper simboliza uma resposta de forma criativa a industria mercenária que escolhe um jovem branco com padrões sociais de beleza para ser inserido no rap, com a intenção de vender mais, em outras palavras: apropriação cultural.

A partir de 1:00 um homem encapuzado aparece ao fundo e começa a incomodar de forma violenta uma criança tomando sorvete, ninguém faz nada, até eles serem desfocados pela multidão.

Um jovem negro começa a ser espancado por dois homens brancos, novamente ninguém faz nada, apenas querem tirar uma foto com Djonga.

Homens engravatados que podem representar empresários saem de uma porta coçando o nariz, como se tivessem acabado de cheirar cocaína.

Uma mulher começa a ser espancada no meio da rua, mais uma vez a multidão não percebe por que apenas querem tirar uma foto com Djonga.

Depois de os fãs iniciarem um motim, a polícia é acionada e eles escolhem Djonga para ser preso, o rapper não mostra resistência mas mesmo assim é jogado no chão e algemado.

Confira o clipe completo abaixo.

Fellipe Santos

Publicitário, carioca, apaixonado por hip hop e tatuagens
Botão Voltar ao topo