Documentário de Lil Baby contará sua ascensão com ajuda de Young Thug, Gunna e Drake

Capa Lil Baby, Young Thug, Gunna e Drake

Foto: Reprodução

“Untrapped: The Story of Lil Baby” fornecerá aos fãs uma visão interna da ascensão do rapper das ruas de Atlanta para ser um dos maiores artistas do hip-hop.

Lil Baby assumiu um grande risco quando finalmente desistiu das ruas para seguir carreira na música. Ele tinha uma vida financeira estável e uma reputação quase mítica em Atlanta que poderia ser manchada por seus versos. No novo documentário de Karam Gill, “Untrapped”, os fãs terão uma visão interna de como um dos maiores nomes do hip-hop conseguiu ascender das ruas de Atlanta e se apresentar no Grammy.

O filme estreou no  Festival Tribeca Film de 2022 na noite de domingo com o próprio rapper, bem como os cofundadores da Quality Control, Kevin “Coach K” Lee e Pierre “P” Thomas presentes. O documentário de 90 minutos apresenta entrevistas com Young Thug, Gunna, Drake e muito mais. Atlanta é um cenário crucial para a história de “Untrapped”. “Depois de um breve flash para Baby que conhecemos agora, Gill leva as coisas de volta à cidade para definir o cenário para a ascensão do artista”.

Foto: Reprodução

“O público fica sabendo dos Jogos Olímpicos de 1996, para os quais a cidade deslocou muitas famílias de baixa renda para construir estádios para o evento. Ouvimos uma vítima perguntar por que vidas inteiras devem ser arrancadas por algumas semanas de competição. Além disso, um trecho do infame discurso de lei criminal de 1993 do presidente Joe Biden é reproduzido. Tudo isso constrói o contexto para um momento crucial mais tarde no filme, quando “The Bigger Picture” de Baby é abordado”.

“Estamos passando pela mesma merda, década após década”, diz Baby. “Sou apenas [a] nova geração a experimentá-lo”. Um tema chave em “Untrapped” é o crescimento. Muito antes de Lil Baby estar usando sua música para tratar de causas de justiça social, antes mesmo de se tornar um rapper, ele havia acabado de cumprir uma sentença de prisão e queria voltar a uma vida de crime.

Young Thug estava entre seus amigos que procuravam tira-lo do dinheiro rápido da venda de drogas e direcioná-lo para a música. Em um dos momentos mais comoventes do filme, Thug lembra de implorar a Baby para ficar longe do crime. “Nada vai sair do que você está fazendo, a não ser prisão ou morte”, diz ele. O momento é difícil, sabendo que Thugger, Gunna e o resto da YSL estão enfrentando prisão por 56 acusações contra o grupo.

À medida que “Untrapped” avança e a carreira de Baby começa a ficar mais agitada, o documentário também. O papel de Lil Baby como pai, seu relacionamento com o falecido rapper de Atlanta Lil Marlo, os protestos do Vidas Negras Importam de 2020 e muito mais estão compactados apenas no segundo ato. O álbum de platina triplo de Baby, “My Turn”, foi lançado em 2020, mas esnobado nos seguintes Grammy Awards. As criticas contribuíram para uma forte recentralização para devolver a Untrapped seu foco no terceiro episódio.

A Recording Academy há muito tempo tem um relacionamento controverso com artistas negros e, assim como Michael Jackson, DMX e Kendrick Lamar experimentaram antes, Baby foi mais uma vez o último a estar “passando pela mesma merda”. Parece uma culminação temática de todo o documentário até esse ponto, reunindo os esforços de Lil Baby pela justiça social, bem como sua recém-descoberta popularidade como rapper, tudo em uma ideia coesa.

Enquanto os fãs da música de Baby certamente vão gostar de “Untrapped”, o retrato de um homem nascido nas ruas, chegando ao topo da indústria da música e percebendo que a família é o que mais importa, possui apelo universal. Embora haja momentos em que pareça que os talentos de Baby estão sendo apresentados com um leve embelezamento, é difícil se afastar do documentário sem uma apreciação pelo trabalho do artista.

“Untrapped: The Story of Lil Baby” estará disponível em 26 de agosto no Amazon Prime. Confira abaixo o vídeo no YouTube:

Sair da versão mobile