Capa Eminem Capa Eminem

Eminem revela que sentiu mudança cerebral após overdose em 2007

Eminem sofreu de uma grande overdose durante sua carreira.

O empresário de Eminem estava tão preocupado com a saúde de seu amigo após uma overdose quase fatal em 2007 que temia que Slim Shady nunca mais fosse o mesmo. “Demorou muito tempo para meu cérebro começar a funcionar novamente”, disse Em ao executivo de longa data, Paul Rosenberg no episódio desta semana do podcast Paul Pod no Shade45 da SiriusXM.

“Você literalmente estava saindo de uma overdose, e eles tiveram que te estabilizar com alguns medicamentos. E alguns deles levaram um minuto para você se ajustar – vamos deixar por isso mesmo”, lembrou Rosenberg. “Então, você está aprendendo a fazer rap de novo quase literalmente, certo? Porque é a primeira vez, provavelmente, que você estava criando sem ter substâncias em seu corpo”

Eminem faz música dizendo que Jesus é Salvador, em novo álbum - Guiame
Foto: Domínio Público/Flickr/Rawpixel

“Foi tão ruim”, disse Mathers, que ele se lembra de Rosenberg fazendo uma pergunta muito importante à equipe médica. “Você não perguntou aos médicos quando eu comecei a fazer rap novamente e mandei para você, você num disse: ‘Eu só quero ter certeza de que ele não terá danos cerebrais’” Shady perguntou.

Paul disse que estava definitivamente preocupado na época com a capacidade de Eminem de fazer rap novamente. E então, quando a música “Detroit Basketball” vazou, Rosenberg disse que seus medos vieram à tona porque, bem, “não era bom”. Eminem disse que acha que foi literalmente a primeira música que ele escreveu sóbrio. “E foi muito esquisito, porque meu cérebro estava voltando a funcionar… eu comecei a passar por cima das falas, tipo, ‘Espere, isso não é bom’”.

A boa notícia é que o empresário disse que não demorou muito até que seu o rapper estivesse de volta ao normal. “Foi rápido. Foi certamente preocupante, mas estamos falando apenas ao longo de cinco ou seis meses no total”, disse ele. A primeira sessão foi na Flórida, onde Shady disse que sua “pele estava coçando”, o que ele não percebeu na época ser um sinal das drogas saindo de seu sistema, pois ele ainda estava ativamente em abstinência.

“Eu estava tomando 75-80 Valiums por noite”, disse Eminem, com os dois homens maravilhados por ele ter sobrevivido a uma dose noturna potencialmente letal. As sessões no estúdio com o Dr. Dre na Flórida demoraram um pouco para acontecer. “Eu tinha acabado de começar a assistir um monte de documentários sobre assassinos em série”, disse Marshall sobre seu desejo de soar como um serial killer “demente” na música “3 AM”.

Os dois concordaram que a melhor música que Eminem fez foi a faixa bônus de “Curtain Call: The Hits”, “Fack”, embora Rosenberg tenha admitido na época que achou que não era tão boa. Paul também lembrou que Marshall foi embora depois de lançar aquele álbum para lidar com sua recuperação e voltou com “um álbum com um monte de hits”, como o rapper descreveu “Relapse” de 2009.