Início Destaque Rap+ Entrevista Djonga: “Vou chegar onde eu queria, no dia que eu...

Rap+ Entrevista Djonga: “Vou chegar onde eu queria, no dia que eu morrer.”

32
Foto: @Guga_132
Foto: @Guga_132

Djonga falou um pouco sobre a Ceia, Adidas e mais.

Um ano se passou desde o último encontro de Djonga conosco no Festival Sons da Rua 2019. Desde então, muita coisa aconteceu na cena e na vida do artista. Por exemplo, o rapper mineiro lançou seu aclamado álbum Ladrão, que lidera a votação de melhor álbum do ano em votação popular promovida pela Red Bull. Agora, Djonga esteve presente novamente no Sons da Rua e conversou com nossa equipe rapidamente.

O rapper se apresentou ao lado de outros grandes artistas do rap nacional como Criolo, Karol Conká e Rincon Sapiência no festival que já se tornou muito importante para o hip-hop e para a cidade de São Paulo. Durante sua apresentação, o artista anunciou o lançamento de um novo single, que deve chegar ainda hoje (04). Em rápida conversa, Djonga nos contou um pouco mais sobre sua saída da Adidas, a importância de festivais como o Sons da Rua e foi profundo ao responder nossa ultima pergunta.

Confira abaixo.

Faltam mais festivais como esse na cidade? O que você tem a dizer sobre hoje?

Faltam de modo geral, a galera do underground que está começando tem se organizado, cada vez você ve atingir mais gente.

É necessário mostrar paras pessoas que é importante pagar pela arte que elas consomem, mas entendendo também que existem pessoas que não tem condições .

Você ainda permanece na Ceia?

Ué, eu continuo, normal.

Você rompeu com a Adidas? Estamos te vendo de Nike.

Se os caras me mandar roupa de qualquer marca que eu goste e concorde, eu vou usar. E eu tenho hoje, graças a Deus, e meu trabalho, dinheiro pra comprar qualquer marca.

Como eu não estava confortável com a relação que estava tendo com a Adidas, eu optei por ficar livre pra usar a marca que eu quiser.

Se um dia os caras chegar com dinheiro que vale a pena, e faça sentido. Independente de qual marca que seja, e se não for me cobrar coisas que eu não concordo, eu to fechando.

13 de março tem lançamento?

Ai vocês precisam esperar até 13 de março pra saber (risos), pode ter, pode não ter né? (risos).

Você chegou onde queria chegar?

Acho que vou chegar onde eu queria chegar, no dia que eu morrer talvez, porque ai eu vou transcender, sacou?