quarta-feira, agosto 5, 2020

Kylie Jenner teria motivado briga entre Megan Thee Stallion e Tory Lanez que terminou com a rapper baleada

DJ Akademiks explica o que ouviu acontecer na festa na piscina de Kylie Jenner, que levou ao tiroteio de Megan Thee Stallion. O blogueiro e...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Youtuber Gabriel Monteiro é expulso da PM por deserção

Gabriel Monteiro saiu da PM Nas últimas horas de terça-feira, soubemos que o soldado da Polícia Militar e youtuber, Gabriel Monteiro, foi expulso da corporação...

Ep 2: Entrevistando Beatmakers com LR Beats – DJ Duh

LR Beats troca uma ideia com Dj Duh no seguindo Episódio do “Entrevistando Beatmakers”

No segundo episódio, o produtor LR Beats traz uma grande conversa com Dj Duh, que produz ritmos de hip-hop, RnB, Neo Soul, Funk Soul e Soul Music e já trabalhou com grandes artistas como Emicida, Rashid, Kamau, Marcelo Gugu, Rael e muito mais.

 

LR Beats:  Salve DJ Duh, primeiramente, obrigado por aceitar essa entrevista conosco, sou um grande fã do seu trabalho e pra mim é uma honra bater esse papo contigo.
Pra começar, conta pra gente um pouquinho de como surgiu seu interesse em fazer música e como foi o seu início em cada área (DJ, Beatmaker e Produtor).
 
DJ Duh: Salve LR, eu agradeço pelo convite e espero poder passar um pouco da minha vivência nesse breve papo nosso! Eu comecei como Dj aos 12 anos, porque vivia acompanhando meus primos nas festas em que eles tocavam e descobri um curso para djs aqui na minha cidade e fui fazer escondido haha (minha mãe não acreditava nessa parada de ser músico, Dj). Já o interesse pela produção demorou muito tempo pra ser despertado, eu já tinha em torno dos 25 e havia me casado há alguns anos, e foi um amigo de uma empresa que trabalhei que ficou me pilhando muito por acreditar que eu tinha talento pra produzir e ele havia visto uns workshops que me recomendou… comecei recortando loops pelo soundforge, até conhecer o REASON, que é um software que tenho no coração, me identifico MUITO!
 
LR Beats:  Sabemos que viver de música no nosso país ainda é difícil, além da desvalorização do produtor e beatmaker, equipamentos acabam saindo por um preço alto por conta dos impostos, sem contar que a maioria das informações só chegaram depois, junto com o acesso à internet… quando você decidiu se tornar beatmaker e produtor, qual foi a sua maior dificuldade no início da carreira e o que te fez acreditar e continuar fazendo música?

DJ Duh: Viver de qualquer arte no Brasil é complicado mano, principalmente os que utilizam equipamentos e infelizmente acho que o próprio beatmaker desvaloriza a si e os companheiros de profissão. Minha maior dificuldade foi por conseguir informação mesmo… até haviam programas pra trabalhar, mas ainda não tinha muita informação especializada… Vasculhei a internet por tutoriais gringos (até em alemão) e apostilas, tanto relacionadas à produção quanto à teoria musical, e ver o progresso dos experimentos que eu fazia foi tipo um combustível diário pra continuar, tá ligado? 

LR Beats: Hoje você trabalha com diversos artistas como Kamau, Rashid, Emicida, Marcello Gugu, Rael e outros… acredito que todo beatmaker já se imaginou produzindo algum desses nomes e pra você isso é uma realidade, no início da sua carreira, você imaginava estar onde está? passava pela sua cabeça que seu trabalho iria tomar maiores proporções? 
 
DJ Duh: Eu costumo dizer que quando vejo já estou no meio de uma situação, então não planejei ter uma carreira e, não imaginei estar onde estou hoje e nem as proporções que poderiam tomar, porém quando decidi levar a serio e adotar a profissão de produtor, estabeleci metas de fluxo, qualidade e padrões pra estar preparado o maximo possível pra situações inusitadas. 
 
 

Emicida e Miguel no Rock In Rio

LR Beats: Você foi um dos produtores do som “Oásis” do Emicida com o cantor americano Miguel, esse som que encantou o público no palco do Rock in Rio 2017, qual foi a importância desse trabalho na sua carreira e qual foi a sua reação ao receber o convite pra esse projeto? 
 

DJ Duh: A importância dessa música pra mim foi das maiores, por já conhecer e admirar o trabalho do Miguel há tempos, por ser a oportunidade de assinar a produção de um trabalho de projeção internacional, por ser um dos primeiros frutos de uma parceria que tive a felicidade em fazer com o Dudu Marote, que é um produtor que sempre admirei demais e por dar continuidade na parceria que estabeleci com o Emicida em mais uma track que me deu muito prazer de criar!

 
LR Beats: Voltando no tempo um pouquinho, você foi vencedor da 2ª etapa da Battle Beats Brasil que contou com vários nomes pesados da cena de produção, como Neguim Beats, GoriBeatzz, Zinho e entre outros. Hoje, infelizmente não acontecem batalhas de beats com tanta frequência, igual acontecia em 2011, 2012… muitos beatmakers não sabem como é esse sentimento pois nunca participaram, conta pra gente como era estar batalhando com outros beatmakers de respeito e qual foi a sensação ao ver o público indo ao delírio e votando nos seus beats naquela final contra o Neguim. 
 
DJ Duh: PQP, isso foi em 2012, como o tempo passa!! Foi a primeira e única vez em que batalhei na minha vida, hahaha… tudo foi muito especial naquele dia principalmente! Conheci pessoas q sempre me inspiraram como o Kamau, Sala 70 e a Luciana Playmobil, encontrei pessoalmente muitos amigos que só tinha contato virtual e como eu disse no mic na ocasião, foi uma grande celebração à amizade! Nunca imaginei ver as pessoas se identificando tanto com as minhas batidas e em momento nenhum pensei que pudesse ganhar, mas mais importante que ganhar, foram os amigos que conquistei pra vida toda naquele palco, Dj Nato, Diamantee, Kamau, Zinho, Nixon, Gori, Neguim e todos os outros! 
 
LR Beats: Nossa cena de beatmakers cresceu muito de um tempo pra cá e hoje você vê diversos jovens começando a produzir beats, seja em um notebook simples, ou em algum home studio montado no quarto… qual conselho você gostaria de compartilhar pra quem quer ser beatmaker ou até mesmo um produtor musical?
 
DJ Duh: Conhecimento é a chave pra qualquer coisa que você possa se aventurar na vida, busque informação a todo tempo e a todo preço, e nem sempre o youtube te traz as respostas mais corretas! E igualmente importante é antes de se intitular algo (como produtor musical), é você saber quais são as atribuições da profissão e em que precisa melhorar pra poder se denominar como tal… 
 
 
LR Beats: Você produziu o som “Baiana” do Emicida, que contou com a participação do ilustre Caetano Veloso, participou de um show da turnê “Delicadeza” da grande artista Vanessa da Mata e também foi um dos responsáveis ao lado do Márcio Arantes pela produção do tema da campanha do movimento Música pela Democracia, com artistas como Chico Cézar, Taciana Barros, Lucas Santana e outros grandes nomes… sair da “caixinha” do rap e trabalhar com artistas de outros gêneros musicais mudou sua percepção sobre música? como produtor e beatmaker, qual foi a experiência?
 
DJ Duh: Verdade! Sem contar que no disco Corpo e Alma contamos também com o Arnaldo Antunes, a maravilhosa Ellen Oléria e o Alexandre Carlo (Natiruts)… pra mim, trabalhar com artistas de outros gêneros poliu a minha percepção musical, mas o que realmente mudou e muito a minha percepção foi o convívio com outros músicos em estúdio! Aprendi e aprendo muito a cada nova sessão com os músicos sensacionais que tive oportunidade de conhecer ao longo dessa caminhada… aproveito pra agradecer aqui, Sivuca, Carlos Café, Gah Adorno, Marcelo Cruz, Leandro Wesley e Weslei Rodrigo, que são os músicos com quem mais tenho trabalhado ao longo dos últimos anos! 
 
 
LR Beats: Agora falando um pouco sobre o Groove Arts Studio, onde você é CEO, conta pra gente como funciona sua rotina de trabalho e já aproveitando o gancho, o que vem por aí em 2018?  

DJ Duh: Ahh man, o Groove é tipo uma extensão da minha casa saca? É um lugar de instalações simples mas que serve totalmente pra produção e criação de músicas no ambiente eletrônico, somados à inserção de elementos orgânicos, e minha rotina é não ter rotina, hahah… falando sério, tento adequar a minha rotina ao ritmo do projeto que estou envolvido no momento, pra que seja uma experiencia confortável tanto pra mim quanto para o artista com quem virei a trabalhar.

E no que depender de mim 2018 será um ano tão produtivo quanto 2017, quero me dedicar a projetos novos que andei amadurecendo no ultimo ano além de parcerias já certas, como a track do Emicida com a participação da Karol Conká, o disco novo do Inquérito que estamos trabalhando justamente nesse momento, o projeto PDD vol. 03 do Dj Nato PK que sempre to envolvido até o osso e já fiz a pós produção do primeiro single com o Sintese e o Inglês! Mas tbm quero iniciar novas parcerias com produtores que eu curto, como o Mazili, o JNR Beats e meu mano Rafa Tudesco (Mandume) e dar continuidade em parcerias antigas como a com o Tico Pro e Zinho Beats, vamo ver se dá tempo de por tudo isso em prática, rs! 
LR Beats: Pra encerrar nossa entrevista, se você pudesse escolher 3 artistas internacionais e 3 artistas brasileiros para trabalhar em um projeto, quais seriam e por quê?
 
DJ Duh: Eita, kkk pergunta braba! Vamo lá, internacionais: ILL Camille, Mila J e Ty Dolla $ign   Nacionais: Rael, Stefanie e Luiz Lins! O motivo é a energia que esses artistas me passam, e por eu me identificar muito com o som que fazem, pra mim música é uma parada mágica, até pq um dia vamos todos partir e a música fica como legado, então nada melhor em fazer música com gente que você se identifique pessoal e artisticamente, saca?
 
LR Beats: DJ Duh, quero te agradecer novamente pela entrevista, deixo aqui publicamente minha admiração pelo seu trabalho e pela pessoa iluminada e merecedora que você é, muitos beatmakers se espelham no seu trabalho e é motivador acompanhar suas conquistas e ver que é possível, você tem alguma consideração final? 
 

Dj Duh: Agradeço novamente o espaço, as palavras e é uma responsa muito grande saber que inspiro pessoas a sonharem e a buscarem seus objetivos, e sim, é possivel, mas não simples.

A minha consideração é um conselho, tenham amigos na música, elogiem o que gostam, não há nenhum pecado em admitir que curte o som que um outro produtor trabalhou e tão importante quanto, TRABALHEM E ESTUDEM PRA CARAALHOO! Enquanto você massageia o seu ego, tem auto piedade ou julga que já fez o suficiente e pode descansar, tem alguém nesse mesmo instante estudando e se preparando pra estar um passo além de você amanhã!
Obrigado pelo espaço e um abraço a todos!
 
Acompanhe DJ Duh nas redes sociais

Produções:

 

Latest Posts

Youtuber Gabriel Monteiro é expulso da PM por deserção

Gabriel Monteiro saiu da PM Nas últimas horas de terça-feira, soubemos que o soldado da Polícia Militar e youtuber, Gabriel Monteiro, foi expulso da corporação...

Rihanna faturou quase R$ 3 bilhões em primeiro ano de sua marca Fenty Beauty

Falando com o site da Bazaar, Rihanna compartilhou a inspiração por trás de sua marca. Tendo acabado de anunciar sua nova linha FENTY Skin e...

Atriz Tiffany Haddish confirma relacionamento com Common após rapper ser acusado de abuso sexual

Tiffany Haddish finalmente confirma seu namoro com Common, dizendo que está no melhor relacionamento de sua vida. Tiffany Haddish e Common estão dando dicas de...

Irmã de Ben Simmons detona as Kardahians após crise de Kanye West

A irmã mais velha de Ben Simmons, Olivia Simmons, foi ao Twitter falar sobre as Kardashian-Jenners. As Kardashian-Jenners geralmente gostam de ser o centro das...

Don't Miss

Eminem já tinha assumido ter ‘ejaculado precocemente’ com Mariah Carey na música “The Warning” em 2009

Depois que Da Brat revelou que sua amiga Mariah Carey planejava falar sobre Eminem, os fãs do rapper perceberam rapidamente que o que ela...

Migos libera trailer do clipe de “Need It” com NBA Youngboy

Migos e NBA Youngboy lançarão seu novo videoclipe nesta quinta-feira. A “Migosmania” morreu nos últimos dois anos. Isso se deve principalmente ao fato de eles...

Snoop Dogg afirma que existe algo ‘muito sinistro’ na casa das Kardashians

Snoop Dogg falou o que ele acha sobre as Kardashians. Em entrevista para o programa Breakfast Club feita recentemente com Snoop Dogg, um dos assuntos...

Filipe Ret afirma que todos os “negros estão acima dos brancos” na cultura hip-hop

Rapper falou sobre o privilégio de ser branco e mostrou respeito aos artistas negros. Filipe Rep é um dos grandes nomes do Rap Nacional, o...

Travis Scott pode ter revelado o título do seu novo álbum

Rapper Travis Scott está trabalhando em seu novo álbum há algum tempo. Na última segunda-feira (3) o rapper Travis Scott comemorou o aniversário de dois...

Stay in touch

To be updated with all the latest news, offers and special announcements.