Seguir

Kaskão é denunciado pela própria filha por assédio sexual

A Frente Nacional de Mulheres Hip-Hop (FNMH2) divulgou uma nota sobre a denuncia.

Uma denúncia chocante abalou o cenário do hip-hop nacional quando Michelle Alves Rios Dias, filha do rapper Kaskão, membro do grupo TSG – Trilha Sonora do Gueto, denunciou os abusos que sofreu por parte de seu próprio pai. Os relatos detalhados e os prints compartilhados nas redes sociais de Michelle causaram indignação e estão repercurtindo na comunidade hip-hop.

A jovem compartilhou com o FNMH2 provas como prints que mostravam momentos perturbadores de assédio sexual durante chamadas de vídeo com o MC. Segundo Michelle, esses episódios não são isolados. Ela também relatou que o rapper nunca assumiu sua paternidade por causa de um interesse amoroso inapropriado em relação a ela. Após a denúncia, uma mulher revelou através das redes sociais que também foi assediada pelo rapper quando ela era menor de idade.

A Frente Nacional de Mulheres Hip-Hop (FNMH2) tomou posição diante da gravidade das acusações e prestou apoio imediato à vítima. Em comunicado oficial, a federação enfatizou a importância de não silenciar ou tolerar qualquer forma de violência contra as mulheres, destacando a necessidade de apoio incondicional à Michelle e a todas as vítimas de abuso. O caso reforça a urgência de abordar questões de abuso e assédio dentro da cultura hip-hop, especialmente quando envolvem figuras proeminentes como Kaskão.

Diante da repercussão do caso, o rapper ainda não se pronunciou publicamente sobre as acusações

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por FNMH2BR (@fnmh2)