Filho de Michael Jordan nega acusação de que desviou tênis da Jordan para mercado de revenda

Marcus Jordan está envolvido em um grande processo referente aos tênis da Jordan

O filho de Michael Jordan, Marcus Jordan, está novamente enfrentando acusações de que ele vendeu tênis desviados em sua loja Trophy Room na Flórida em 2021, os oferecendo a revendedores em vez de clientes regulares e potencialmente lucrando milhões no processo. À medida que mais imagens surgiram esta semana da controversa colaboração Trophy Room x Air Jordan 1, Marcus afirmou no Twitter que as alegações sobre ele estar vendendo os calçados desviados são falsas.

Jordan negou consistentemente que tenha vendido os calçados de edição limitada que sua loja oferece a revendedores que procuram lucrar mais com eles no mercado secundário. Mas várias fontes disseram à Complex no ano passado que sua loja vendeu uma quantidade significativa de sua colaboração Trophy Room x Air Jordan 1 por cerca de US$ 1.000 o par. Bem antes do lançamento, havia amplos pares no mercado de revenda, confirmando as noções de que Jordan havia revendido os tênis em massa.

Foto: Nike

Mais de um ano após o lançamento original, novas informações sobre a situação nesta semana vieram do usuário do Twitter @SneakerPhetish, que compartilhou uma série de capturas de tela de uma fonte anônima. As mensagens afirmam que Marcus vendeu milhares de pares do Trophy Room x Air Jordan 1 para vários revendedores antes do lançamento por cerca de US$ 1.000 o par, deixando a loja com apenas 1.000 pares restantes para o público em geral.

A conta @King_Wally91 no Twitter também compartilhou imagens do que parecem mostrar centenas da colaboração limitada sendo desviadas. A Complex não pode confirmar de forma independente a legitimidade das imagens nos tweets e as histórias conectadas a eles, mas foram suficientes para provocar uma reação de Marcus online.

As alegações ressurgiram esta semana quando o notório revendedor de tênis Benjamin Kickz compartilhou uma foto de seu enorme estoque do recém-lançado Union x Air Jordan 2, onde ele não tão sutilmente deu a entender que as próprias marcas podem ser o culpado por permitir que ele obtivesse tantos pares das colaborações limitadas.

Confira abaixo as postagens no Twitter:

 

Sair da versão mobile