Seguir

Jogador do Houston Rockets é preso após ser acusado de estrangular jogadora da WNBA

Capa Kevin Porter Jr Capa Kevin Porter Jr
Foto: Twitter | Meg Oliphant/Getty Images

Kevin Porter Jr é acusado de violência doméstica; namorada foi levada ao hospital após agressão.

O ala-armador do Houston Rockets, Kevin Porter Jr, foi preso nesta segunda-feira (11), em Nova York. O jogador da NBA foi acusado de violência doméstica contra a namorada Kysre Gondrezick, atual agente livre da WNBA, principal liga de basquete feminino dos Estados Unidos. Ele está sob custódia em uma delegacia de Manhattan, nos Estados Unidos.

De acordo com a reportagem da ABC News, Kevin Porter Jr teria agredido sua namorada no Millennium Hotel, na Times Square. O jogador passou a noite deste domingo (10) para segunda-feira fora do hotel. Kysre Gondrezick, que se irritou com a situação, trancou a porta do quarto e deixou o ala-armador do Rockets do lado de fora.

Capa Kevin Porter JR
Foto: Elizabeth Conley

O ala-armador chamou a segurança do estabelecimento para entrar no cômodo. Após conseguir abrir a porta, Kevin Porter Jr teria agredido a namorada. Kysre Gondrezick foi levada a um hospital perto do hotel. De acordo com o portal americano TMZ, ela apresentava sangramento no rosto e uma laceração no olho direito.

A NBA também reconheceu a prisão de Kevin Porter Jr , dizendo em comunicado através do porta-voz Mike Bass: “O escritório da liga está em contato com o Houston Rockets e em processo de coleta de mais informações”. Porter assinou uma extensão de contrato de quatro anos no valor de US$ 82,5 milhões na última temporada. Apenas o salário de US$ 15,9 milhões para esta temporada está totalmente garantido no acordo, que é estruturado de forma única devido ao histórico de questões extrajudiciais de Porter.

Kevin Porter Jr foi draftado em 2019 pelo Milwaukee Bucks, mas foi logo trocado para o Cleveland Cavaliers. Ele também foi preso em 2020 quando foi pego com posse indevida de arma de fogo e drogas em um veículo motorizado.