Jannah Theme License is not validated, Go to the theme options page to validate the license, You need a single license for each domain name.

Juiz dispensa caso de crime sexual contra menor de 6ix9ine

Em outubro, o rapper Tekashi 6ix9ine foi condenado a quatro anos de liberdade condicional e 1.000 horas de serviço comunitário depois de ter filmado uma menina de 13 anos em uma performance sexual. A decisão foi vista como uma vitória para 6ix9ine – nome legal Daniel Hernandez – já que os promotores estavam inicialmente pressionando por uma sentença de prisão de um a três anos. Mas, como poderíamos descobrir mais tarde, o artista controverso não poderia ficar longe de problemas.

Menos de um mês após a condenação de 6ix9ine, ele e seus afiliados foram presos por uma série de acusações, incluindo extorsão e outras relacionadas a armas. Ele agora pode pegar prisão perpétua e permanece atrás das grades até o julgamento.

Na quarta-feira, um juiz de Nova York rejeitou o caso de sexo infantil do rapper porque seu atual encarceramento não permitiria que ele completasse os termos de sua liberdade condicional. O advogado de 6ix9ine, Lance Lazzaro, confirmou a notícia ao TMZ.

O caso do sexo infantil decorre de um incidente no qual 6ix9ine postou imagens de uma garota menor de idade realizando um ato sexual. Embora 6ix9ine se declarou culpado no acordo que fez com a promotoria do caso, ele alegou que não tinha conhecimento da idade real da garota no momento em que ele compartilhou o vídeo.

“Eu estava fazendo isso pela minha imagem. Quando ela veio, ela me perguntou quantos anos eu tinha e eu disse a ela que tinha 18 anos e presumi que ela era mais velha. 19 anos”, ele disse, de acordo com documentos policiais de 2015. “O jeito que ela estava perguntando me fez pensar que ela era mais velha.”

Fellipe Santos

Publicitário, carioca, apaixonado por hip hop e tatuagens
Botão Voltar ao topo