Kanye West é processado por discriminação racial e violações de segurança na Donda Academy

Escrito por Rodrigo Silva 06/04/2023 às 21:15

Foto: Divulgação
  • Facebook
  • WhatsApp
  • X (Twitter)
  • ícone de compartilhar

Segundo ex-professores, Kanye West forçava estudantes de Donda a comer sushi todos os dias.

A Donda Academy fechou no ano passado, embora a equipe da escola tenha tomado medidas contra Kanye West. Ye está enfrentando um novo processo que alega que ele apenas alimentou os alunos com sushi e proibiu a entrada de comida de fora na escola. De acordo com o TMZ, dois ex-professores, que disseram ser os únicos professores negros contratados, entraram com uma ação contra o rapper por discriminação racial e várias outras infrações relacionadas à escola.

Os professores encontraram uma série de violações de saúde e segurança durante seu tempo na Donda Academy. No entanto, eles alegaram que foram liberados da escola quando levantaram preocupações. O processo afirma que Ye só permitia que os alunos almoçassem sushi todos os dias. Ele supostamente gastou US$ 10 mil por semana para o almoço. Além disso, os alunos foram supostamente proibidos de trazer comida ou bebida de fora para a escola. Por mais estranho que isso possa parecer, é apenas a ponta do iceberg das supostas infrações.

Foto: Scott Dudelson/FilmMagic

Os professores alegaram que Kanye criou regras incrivelmente estranhas para alunos e professores cumprirem – algumas das quais parecem antiéticas. Ye proibiu palavras cruzadas e livros para colorir, bem como garfos e utensílios das salas de aula. Além disso, Kanye proibiu os alunos de usar joias e pendurar obras de arte nas paredes. Os professores alegaram que não havia nenhum plano de aula ou sistema disciplinar em vigor, levando a vários casos de agressão física contra a equipe sem consequências.

Os alunos supostamente não tinham permissão para sentar em cadeiras ou usar mesas, mas em almofadas de espuma ou em pé. Os professores, por outro lado, tinham que ficar de pé ou usar um banquinho. Por fim, Kanye enfrenta alegações de que seus métodos revolucionários geraram hostilidade.

A escola teria sido trancada por fora durante o horário escolar e o uniforme consistia em traje todo preto sem logotipos, como Nike ou Adidas, à mostra. Os alunos entre o pré-jardim de infância e o ensino médio faziam o intervalo juntos ao mesmo tempo em um ambiente interno.

Os dois ex-professores disseram que tentaram levantar essas questões no passado, mas enfrentaram uma reação imediata. Eles alegaram no processo que foram ameaçados de não entrar em contato com Ye para resolver esses problemas. A dupla de educadores foram demitidos de seus cargos, o que eles afirmam ser resultado de uma tentativa de corrigir essas questões e a discriminação racial.

ícone

Recomendados para você