Kanye West revela possível duplo sentido de camisa “Vidas Brancas Importam”

Parece que camisa polêmica de Kanye tem um duplo sentido.

Após sofrer uma série de críticas, o rapper Kanye West revelou que existe um duplo sentido com a camiseta “Vidas Brancas Importam”. Durante toda semana, após o desfile da Yeezy, Kanye foi bastante criticado pelo uso da camiseta. Ele explicou seu pensamento por trás de sua decisão de vestir a si mesmo e várias modelos negras com as camisas dizendo para a Fox TV que “é a coisa óbvia”. “A resposta para o porquê de eu escrever isso em uma camisa é porque eles importam”, disse West durante a entrevista que foi ao ar na quinta-feira.

Na entrevista, o rapper relembrou uma conversa de texto que teve com seu pai sobre a blusa controversa. “Eu disse: ‘Achei a camisa engraçada; Achei engraçada a ideia de eu usar. E eu questionei: ‘Pai, por que você achou engraçado?’ Ele disse: ‘Apenas um homem negro afirmando o óbvio.’” West disse a Carlson.

Parece que Kanye distribuiu a camiseta para alguns amigos, já que Diddy revelou que recebeu a blusa para apoiar o rapper, mas não usaria ela. Independente disso,  alguns acabaram revelando que existe um duplo sentido da camiseta: Parece que a frase “White Lives Matter” é estampada atrás da camisa de uma forma onde a letra V de ‘Lives’ se desmancha e se torna “Lies”, formando a frase “Mentiras Brancas importam”, O rapper compartilhou nos stories do Instagram algumas fotos de amigos usando a camiseta nesse estilo. Nas redes sociais muitos compartilharam o duplo sentido da frase, enquanto outros acreditam que não existe duplo sentido, é apenas um dos amigos do rapper fazendo isso como uma forma de protesto.

Durante a entrevista, quando Carlson pressionou o rapper sobre por que ele acha que as pessoas consideram a frase uma declaração controversa, West disse que é porque ele não está agindo da maneira que a mídia acha que ele deveria agir. Kanye culpou a mídia e grupo de ‘nazistas liberais’ de empurrarem normas brancas para a sociedade

“São as mesmas pessoas que nos privaram devido nossa identidade e nos rotularam como uma cor. Eles nos disseram o que significa ser negro e como deveríamos nos comportar… Na América, nós negros, ouvimos o que estamos falando em inglês. Não há nada mais branco do que o inglês. Na verdade, não estamos em nossa língua nativa. Julgamos uns aos outros por uma linha branca, não com base em que nossa cultura se baseia.” disse o rapper.