Kanye West revela motivos que racharam seu casamento com Kim Kardashian

Kanye West abordou uma série de assuntos de sua vida em sua oração de Ações de Graças

Em homenagem ao feriado de Ações de Graças, Kanye West acessou o Instagram para compartilhar uma oração especial, refletindo sobre onde ele errou no passado e como cresceu desde então. “Olá, meu nome é Ye e esta é minha oração super super super super superlonga de Ação de Graças”, ele começa. “Neste Dia de Ação de Graças, estou muito grato pela família, minha família de sangue, meus fãs e nossos haters – nós também amamos você, na manhã de Ação de Graças e Natal, não na noite anterior ou durante o dia, apenas pela manhã.”

Depois de mostrar seu grande desejo de voltar com Kim Kardashian e reunir sua família novamente, a oração então aborda seu comportamento de “cristão hipócrita” ao longo dos anos. “Misture isso com ser rico, famoso e muito, muito, muito, muito, muito atraente, e você tem um coquetel molotov pronto para ser jogado pela janela de qualquer um que discordasse de mim. Fui arrogante com o meu Jesus”, admite.

“Meu Deus, minha esposa não gostava que eu usasse o boné vermelho”, continua Ye, passando para o tema da política. “Sendo uma boa esposa, ela só queria proteger a mim e a nossa família. Tornei a mim e a nossa família um alvo ao não me alinhar com a postura política de Hollywood, e isso foi difícil para o nosso casamento”.

O rapper de “Flashing Lights” revela que Kardashian estava “envergonhada” por sua candidatura presidencial mal planejada, especialmente a parte em que ele anunciou que ele e sua esposa quase abortaram seu primeiro filho juntos, North West. “Tudo o que meu pai teve a dizer depois foi: ‘escreva seu discurso da próxima vez, filho’, disse Ye.

O criador da Yeezy também reconheceu seu hábito de gastar muito dinheiro e as situações ruins em que ele se meteu. “Eu deixei as pessoas me usarem, tive comitivas gigantescas, pessoas ao meu redor apenas para me fazer sentir bem comigo mesmo. Tive de aprender que precisava assumir responsabilidades. Sempre julgamos e dizemos às outras pessoas o que elas devem fazer, mas só podemos assumir a responsabilidade por nós e por nossos filhos”.

Veja a oração completa aqui.

Sair da versão mobile