American rapper and producer Kanye West embraces real estate developer and US President Donald Trump in the White House's Oval Office, Washington DC, October 11, 2018. West wears a red baseball cap that reads 'Make America Great Again,' Trump's campaign slogan. (Photo by Ron Sachs/Consolidated News Pictures/Getty Images)

Kanye West chocou o mundo em 2018, quando ele saiu em apoio ao presidente Donald Trump.

Os fãs simplesmente não conseguiam entender como Kanye West declarou que George W. Bush não se importava com os negros e apoiou alguém sem dúvida ainda mais controverso. Mas ele fez isso, fazendo um discurso retórico no Twitter, no qual chamou Trump de “irmão” e companheiro da “energia do dragão” antes de postar uma foto usando um boné MAGA.

Novos relatórios, no entanto, afirmam que tudo isso era apenas uma tatica de Kanyel para beneficiar os negros americanos no futuro. De acordo com a Ace Showbiz, o blog de entretenimento HighSnobiety compartilhou recentemente um post alegando que West estava “usando seus boné MAGA (Make America Great Again) para que ele pudesse tirar as pessoas da cadeia”. Kanye e sua esposa Kim Kardashian tem militado no movimento que pede uma reforma no sistema penitenciário americano. O casal já conseguiu tirar várias pessoas da cadeia neste processo, os ajudando a arrumar empregos ao sair também.

A conta também disse que o rapper GLC, que assinou com a gravadora GOOD Music de Kanye, “afirma que Kanye se livrou de todos os seus bonés MAGA e estaria usando sua proximidade com Trump para tirar pessoas inocentes da cadeia”. O próprio GLC disse em uma aparição em 2019 no The Red Pill Podcast com Van Lathan que “Kanye realmente me deu as caixas de bonés. Ele disse: ‘Nunca mais vou usá-los’. ”

GLC também lembrou que West disse: “’Irmão, eu estou apenas dizendo a você que tiramos aquela mulher incrível da cadeia na Flórida, certo? Nós realmente não tivemos essa reunião até eu colocar o boné’. Então ele parece estar pensando assim ‘OK, eu uso o boné, atiram as pedras para mim, tenho pessoas me odiando, mas as pessoas vão se libertar’. ”

A HighSnobiety também alegou que o rapper está “de volta ao velho Kanye” e pretende fazer protestos de Black Lives Matter globalmente. O relatório vem dias depois de West ser visto protestando contra a brutalidade policial em sua cidade natal, Chicago. West ainda não abordou o relatório, mas não investimos muito em sua posição devido a seus comentários mais recentes sobre o presidente. Na edição de maio da GQ, West deu a entender que votaria em Trump nas próximas eleições presidenciais.

“Definitivamente, estou votando desta vez e sabemos em quem estou votando”, disse ele. West anunciou anteriormente que não votou nas eleições presidenciais de 2016, mas disse que teria votado em Trump se o fizesse. West nunca compartilhou por que ele se alinha com Trump, mas sua esposa, Kim Kardashian West, tentou explicar em uma entrevista em 2018 com Van Jones. “Ele só gosta da personalidade de Donald Trump, mas não sabe sobre política”, continuou ela. “Ele sempre dirá que era amigo de Trump antes e agora é a mesma pessoa e amigo dele”.

West continuou elogiando Trump em um discurso de janeiro de 2019 no Twitter antes de provocar sua própria corrida presidencial em 2024. Até o momento, não está claro se ele ainda pretende procurar a indicação.