Kawe retrata os processos do álbum ‘Levante’ em entrevista exclusiva

Detalhes do álbum ‘Levante’ são destrinchados por Kawe.

No início de abril deste ano, Kawe lançou o seu mais novo álbum da carreira, intitulado Levante. Com o intuito de abordar o seu lado pessoal e reencontrar a sua essência, o artista apresentou oito canções que retratam saudade, luta, futuro, emoções e suas vivências, com o poder de acessar outras dimensões, buscando trazer um olhar para o passado, com respeito e um passo para o futuro.

Em entrevista exclusiva a nossa equipe do RapMais, ele contou que aprendeu diversas coisas no processo de criação, sobre o que é e como funciona a música, e como se deve trabalhar tendo um projeto dessa dimensão e demanda em mãos. “A gente só quer fazer a música, a gente só quer soltar, a gente só quer gravar o clipe, a gente só quer que o pessoal escute… só que dentro do álbum teve tantas coisas que eu aprendi que a gente tem que fazer para a parada acontecer, que vou levar para a vida, para a minha carreira inteira”, disse o rapper.

Kawe é indicado ao MTV Miaw 2021 » UPdatePOP
Foto: Reprodução/Internet

Um dos principais conhecimentos obtidos por Kawe foi que o tempo é incerto. Como exemplo disso, revelou que o disco teve a sua data de lançamento cancelada por muitas vezes, e foi compreendendo esses processos aos poucos. O artista enxerga Levante como um reflexo do que já aconteceu de mudança em sua vida e carreira, dizendo também que agora o momento é de continuar naturalmente o passo que foi dado, evoluindo pessoalmente e musicalmente.

Confessando não ser um álbum comercial, o rapper revela que acreditou no projeto pois sentiu que havia um lado sentimental e verdadeiro destrinchado nele, assim como ocorreu no single Iluminado, lançado em 2022, que achou que não era comercial e não repercutiria, mas aconteceu o inesperado, e atualmente a faixa já conta com mais de 129 milhões de visualizações somente no YouTube.

Apesar de contar apenas com as participações de Baco Exu do Blues, Teto e Tz da Coronel, outros artistas foram convidados para colaborarem no disco, entretanto, ou aceitaram e não deram procedência, ou já negaram inicialmente. “Para mim, é normal uma pessoa falar não, não tem problema nenhum. Mas os caras falaram que iam e não foram, isso me deixou bolado um pouco mas enfim, não fez diferença”, finaliza o artista.

Ouça o álbum: