Kendrick Lamar é arrastado para polêmica de R. Kelly após defender cantor

O rapper expressou apoio ao legado musical do ícone.

Um documentário da Lifetime sobre R. Kelly provocou uma conversa sobre má conduta sexual após o foco principal do documentário. Embora a produção tenha girado em torno daqueles que alegam ter sido vitimados por R. Kelly ou de tê-lo testemunhado vitimando os outros, os espectadores estão incluindo outros artistas em suas percepções relacionadas à cultura do estupro. Kendrick Lamar, um dos artistas que mais atentos da atual geração, está sendo arrastado mais uma vez por apoiar a música de R. Kelly.

Em esforços para sustentar o legado musical de R. Kelly, e talvez estabelecer um precedente de separar artistas de comportamentos horríveis de sua arte e evitar repercussões duradouras em suas carreiras, os representantes de Kendrick Lamar pediram ao Spotify para manter a música do ícone R&B em sua plataforma. Eles fizeram isso enquanto ameaçavam tirar o catálogo de Kendrick Lamar do serviço de streaming. Desde que Surviving R. Kelly reacendeu a preocupação da sociedade com a forma como supostos criminosos são percebidos, os simpatizantes do acusado também estão sendo examinados.

Usuários de mídia social estão se perguntando se as ações de Kendrick Lamar foram recebidas com um encolher de ombros virtual. Saeed Jones do BuzzFeed twittou: “Eu continuo pensando sobre Kendrick Lamar ativamente fazendo campanha (e conseguindo) colocar R. Kelly e XXXTentacles de volta no Spotify no ano passado em resposta ao movimento #MuteRKelly. Há um silêncio cúmplice (salve ao Questlove ) e então há um apoio ativo”.

Fellipe Santos

Publicitário, carioca, apaixonado por hip hop e tatuagens
Botão Voltar ao topo