Lady Gaga fala pela primeira vez sobre cancelamento de turnê com Kanye West

32

Lady Gaga e Kanye West são duas das estrelas mais excêntricas e imprevisíveis da história recente. Enquanto Gaga é um pouco louca em suas decisões de moda, Ye sempre enfrentou problemas por pronunciamentos no microfone. Para começar, ele disse na televisão ao vivo que “George Bush não se importava com negros”, e recentemente disse ao mundo que 400 anos de escravidão “soavam como uma escolha”. Talvez o momento mais memorável na história de Yeezy foi no VMA de 2009, onde Ye interrompeu Taylor Swift para mostrar algum amor a Beyoncé porque, afinal, ela tinha “um dos melhores vídeos de todos os tempos”.

Na época do incidente, Ye e Gaga tinham uma turnê conjunta planejada chamada Fame Kills, mas antes mesmo de começar, os comentários feitos no VMA estavam no processo de matar a carreira de Kanye West. Desde então, ele se recuperou de uma maneira importante, mas a controvérsia fez com que os dois cancelassem a turnê sem citar um motivo. O verdadeiro motivo então era bem claro para todos.

Gaga tem sido quieta sobre Fame Kills desde o cancelamento, mas em uma entrevista recente durante sua corrida promocional para o filme A Star is Born, ela se abriu sobre o que estava acontecendo em sua mente após ser perguntada sobre o assunto.

“Eu acho que todo mundo tem um limite”, diz Gaga, “e todo mundo é humano. E os artistas são humanos. Star is Born também lida com problemas de saúde mental, abuso de substâncias e vícios. Muito trauma também”.

Embora ela não necessariamente confirme que algum desses problemas foram problemas na vida de Kanye, sabemos que Yeezy estava cheio de Hennessy, ele estava bebendo uma garrafa no tapete vermelho da premiação, na cerimônia de premiação de 2009, então é muito possível.

Veja o que ela tinha a dizer abaixo.