Luta entre Jake Paul e Anderson Silva pode ser cancelada após brasileiro ser nocauteado duas vezes em treino

Luta acontece daqui a 3 dias, mas pode ser cancelada.

Jake Paul e Anderson Silva vão lutar um contra o outro em apenas três dias. Este será o teste mais difícil de Paul até agora e, para Spider, provavelmente será sua luta de boxe mais difícil até agora. De qualquer forma, os fãs estão animados para ver como tudo isso vai acontecer, mas infelizmente, a luta já pode estar em perigo.

Durante uma entrevista com Jim Gries do MMA Weekly, Anderson Silva admitiu ter sido nocauteado duas vezes enquanto estava treinando recentemente. Isso chamou a atenção do Departamento de Jogos do Arizona, que tem a tarefa de garantir que ambos os lutadores estejam aptos a competir um contra o outro. “Estou treinando duro para a vitória… Estou treinando com os boxeadores bons, de alto nível, e cinco caras vêm me ajudar. E no último sparring com [meu parceiro], ele me nocauteou duas vezes, e quando terminei meu treino, conversei com meu treinador e até disse: ‘Treinador, deixa eu te contar uma coisa, por que os caras me nocautearam duas vezes? E o treinador disse: ‘Você precisa se preparar para a guerra e se preparar para a guerra’”. disse a lenda.

Foto:

Ser nocauteado várias vezes durante um treinamento pode ser uma bandeira vermelha, especialmente na idade de Spider. De acordo com o TMZ, no entanto, o técnico de Silva, Luiz Carlos Dorea, está afirmando que o lutador estará pronto para ir no sábado. Silva fez sua estreia no MMA em 1997 e ingressou no UFC em 2006. “The Spider” venceu Chris Leben por nocaute em sua estreia no UFC e depois derrotou Rich Franklin para ganhar o título dos médios do UFC. De 2006 a 2012, ele fez uma temporada lendária. Ele defendeu com sucesso o título 10 vezes e estava em uma sequência de 16 vitórias consecutivas.

Desde 2013, porém, a carreira do lutador no MMA sofreu um pequeno desvio, com lesões, idade e cirurgias afetanndo sua carreira. A última luta de Silva foi uma derrota por nocaute técnico contra Uriah Hall em outubro de 2020.

Sair da versão mobile