Início Noticias Matuê explica comentários sobre não dar créditos e diz que estava falando...

Matuê explica comentários sobre não dar créditos e diz que estava falando de “divulgação gratuita”

913

Matuê voltou a fazer uma live para explicar seus comentários sobre dar créditos para os artistas que colaboram com ele.

O rapper Matuê recebeu algumas criticas na última quinta-feira após aparecer em uma live dizendo que não dá os créditos em seus trabalhos pois ele paga muito bem as pessoas para ter que fazer isso.

Depois do assunto viralizar na internet, Tuê fez outra live nesta sexta-feira (20) para explicar melhor seus pensamentos. O rapper explica que é bastante importante ter os créditos nos devidos locais, até porque isso é de direito dos artistas e um som não pode ser lançado sem os devidos créditos.

“Precisa listar quem é o produtor, os compositores da musica, até mesmo para conseguir upar no Spotify e eu acredito muito nessa fita. Eu passo por isso para colocar meu trabalho na pista. Agora, uma coisa que não pode ser confundida é a questão da divulgação” explica Matuê.

Muitas pessoas acreditaram que Matuê estava falando de não dar os créditos em suas músicas, enquanto, na verdade, ele estava falando sobre fornecer publicidade “gratuita” para as pessoas que trabalham com ele. Matuê então se defendeu das criticas que recebeu mostrando que todos os créditos musicais de seus trabalhos são feitos corretamente.

“Se for buscar no Spotify, ver a tag dos créditos, vai ver que tem lá o nome do cara que produziu, se pegar o meu vinil vai ver também a lista técnica da rapazeada que tava no projeto. Agora, você achar que isso tem alguma coisa a ver de ficar marcando ou promovendo o trabalho dela… São duas coisas diferentes, principalmente quando você pagou por isso corretamente, trabalhou em acordo com outra pessoa… Isso é uma visão que eu quero deixar para a rapazeada que está começando agora, tanto o lado do artista, quanto os dos produtores… vocês tem que saber quais são os direitos. Pra você não ser cobrado o que não pode ser cobrado, e nem cobrar os outros o que não pode cobrar. Essa era a visão que eu queria deixar”, disse o rapper.

“Se eu fosse divulgar todo mundo que tem alguma coisa a ver comigo, eu ia ter que marcar toda vida o mano que faz meus dreads, minha corrente, a marca que fez a minha camisa, a da cadeira, o mano que montou o estúdio, e o caralho a quatro. Uma coisa não é igual a outra, são coisas diferentes”, ainda explica o rapper.

Matuê diz que sua consciência está tranquila pois todos que trabalham com ele, sabe que sua visão é algo construtivo, de educar. “Queremos trazer a visão para esses novos artistas, eles estando dentro da nossa produtora ou não, tendo conexão financeira ou não, simplesmente porque a cena por um todo, se profissionalizando, eu acabo ganhando com isso. A profissionalização da cena aumenta a barra de quanto a gente pode receber por um show, barganhar em uma gravadora… e é isso que temos que construir, que temos que buscar” finalizou.

Confira o vídeo abaixo.