Meno Tody compartilhou prints de mensagens ameaçadoras onde seu ex-produtor afirma ter ligação com milicianos no Rio de Janeiro.

Nesta semana, os fãs foram surpreendidos com a noticia de que um policial militar do Rio de Janeiro, apontado como chefe de um grupo que se associou a traficantes e milicianos, foi preso no Rio de Janeiro suspeito negociar a morte do MC Poze do Rodo por R$ 300 mil.

A informação publicada pelo site G1 revelou até mesmo áudios obtidos pelos investigadores, onde o PM identificado como Igor Martins, revela a encomenda feita pelo miliciano Ecko. Agora, o nome de Ecko aparece envolvido com outro artista carioca, o rapper Meno Tody.

Meno Tody revelou através de sua conta no Instagram uma suposta conversa onde seu ex-produtor aparece dizendo que Ecko vai matar Mc Poze e Meno Tody, chegando até mesmo a dizer que vai ajudar a pagar o assassinato dos dois.

“Pode preparar o caixão do T. Aqui é milícia rapaz. Ecko vai matar Meno T e o Poze, eu ajudo a pagar o assassinato dos dois. Já viu que invadimos hoje, sorte a tua que a polícia chegou, se não tinha morrido T e aquela put* da produtora em plena barra da Tijuca a luz do dia”, o ex-produtor Nobru aparece dizendo na conversa compartilhada pelo rapper.

Não se sabe se a conversa é realmente verdadeira, mas logo depois Meno Tody publicou a foto de um policial que aparentemente estava em seu prédio, o que pode confirmar as mensagens do produtor.

Meno Tody legendou a conversa. “Safado, descobri que tava me roubando esses anos todo, travando minha carreira e ainda quer me ameaçar. Tenta chegar perto, vai ser morte na certa”.

A conversa compartilhada por Meno Tody seria entre seu ex-produtor Nobru com seu atual produtor, que também trabalha com a rapper Nabrisa. A artista divulgou alguns prints da conversa, especificamente os três últimos na sequencia abaixo.

Confira os prints: