2 Homens afirmam que Michael Jackson abusou sexualmente deles na infância em novo documentário

O Sundance Film Festival deste ano incluirá a estréia de um documentário surpresa sobre dois homens que afirmam que Michael Jackson abusou sexualmente deles.

A sinopse do filme, intitulada Leaving Neverland, diz: “No auge do seu estrelato, Michael Jackson começou relacionamentos duradouros com dois garotos de 7 e 10 anos e suas famílias. Agora com 30 anos, eles contam a história de como foram abusados ​​sexualmente por Jackson e como eles chegaram a um acordo com isso anos depois. ” O documentário será contado em duas partes e terá um total de 233 minutos.

Em 1993, Jackson foi acusado de molestar um garoto, mas concordou com um acordo extrajudicial antes de o caso ser levado ao tribunal. Em 2005, ele foi a julgamento por alegações de que ele molestou dois irmãos, mas foi absolvido naquele julgamento criminal. Nenhum de seus acusadores anteriores são os dois no documentário, cujas identidades ainda não foram divulgadas.

Um porta-voz da propriedade de Michael Jackson comentou sobre o próximo documentário, dizendo a TheWrap , “Esta é mais uma produção chocante em uma tentativa ultrajante e patética de explorar e lucrar com Michael Jackson.” O porta-voz acrescentou que “ambos testemunharam sob juramento que Michael nunca fez nada de errado com eles ”e“ entrou com ações contra o Estado de Michael, pedindo milhões de dólares. Ambas as ações foram rejeitadas.

O porta-voz continuou: “Esse assim chamado ‘documentário’ é apenas mais uma repetição de alegações datadas e desacreditadas. É desconcertante que qualquer cineasta credível se envolva com esse projeto ”.

Michael Jackson faleceu de parada cardíaca em 2009.