Migos e Sean Kingston são processados após confusão em Las Vegas

Confusão envolvendo o trio Migos e Sean aconteceu em 2017.

Parece que o nome de Sean Kingston aparece nas manchetes nos dias de hoje pelas razões erradas. Em 2017, ele esteve envolvido em uma briga com os Migos e dois outros homens desconhecidos em Las Vegas. No entanto, ele, ao lado dos Migos, está sendo processado pelo motorista da limusine, que alega ter sofrido ferimentos após ser pego no meio da briga.

Os relatórios do Blast dizem que o motorista da limusine Michael Gradney levará Migos e Sean Kingston para a corte por uma briga que ocorreu em 21 de fevereiro de 2017. O motorista explicou que ele foi contratado como motorista da limusine do Migos em 2017 e deveria levar o trio para a Sands Expo e Centro de Convenções. No entanto, ele disse que foi pego no meio de uma briga entre Migos, Kingston e outros dois homens desconhecidos, enquanto ele estava fora de sua limusine. Ele alega que foi derrubado no chão e “gravemente ferido” depois de ser pego no meio da treta.

Ele também disse que acredita que uma arma foi disparada na briga que resultou em outras testemunhas se agachando no chão por segurança. Gradney afirma que os Migos lhe disseram para voltar para o carro e afastá-los. Durante toda a discussão, ele disse que “temia por sua vida”.

No processo, Gradney está buscando indenizações não especificadas pelos danos físicos e psicológicos permanentes que ele alega ter sofrido durante o calvário. Ele está processando Migos e Sean Kingston por agressão.

Sair da versão mobile