quinta-feira, abril 22, 2021

Nova pesquisa sobre COVID-19 mostra possível transmissão sexual do vírus

- Advertisement -spot_imgspot_img
- Advertisement -spot_imgspot_img

Um estudo publicado no mês passado no JAMA analisou amostras de sêmen de 38 pacientes com COVID-19.

O mundo ainda está se adaptando às novas normas de combate a Covid-19. Enquanto muitos outros países controlaram as coisas, os Estados Unidos e o Brasil ainda estão tendo problemas para conter o vírus. Cientistas, médicos e pesquisadores de todos os tipos estão procurando aprender tudo o que podem sobre o vírus. De acordo com alguns novos estudos, parece que a COVID-19 pode mexer com a fertilidade dos homens e também pode ser transmitido sexualmente.

Um estudo publicado no mês passado no JAMA analisou amostras de sêmen de 38 pacientes com COVID-19. 15% dos pacientes tinham coronavírus no sêmen. Segundo o pesquisador Dr. John Aitken, o COVID-19 também demonstrou reduzir drasticamente a testosterona. Uma diminuição na testosterona tem uma influência notável na resposta do corpo às células de Leydig, que estimulam a secreção de esteroides sexuais.

“Deve-se enfatizar que os espermatozoides têm uma capacidade demonstrável de transportar infecções virais do trato reprodutor masculino para o feminino”, afirmou Aitken. “Como acontece durante a transmissão sexual do zika, por exemplo.”

Vírus patogênicos como HIV e hepatite têm sido associados à infertilidade. A presença do vírus nos testículos também torna um problema a transmissão da doença aos parceiros sexuais. Parece que qualquer pessoa envolvida em atos sexuais deve parar, ou melhor ainda, esperar tudo isso acabar.

- Advertisement -spot_imgspot_img
Latest news
- Advertisement -spot_img
Related news
- Advertisement -spot_img