Pai de menino que faleceu após se ferir no festival de Travis Scott fala sobre a tragédia

Antes da morte do garoto de apenas 9 anos ser confirmada, o pai da criança falou sobre a tragédia

Antes da morte do jovem fã de Travis Scott ser confirmada hoje (15), o pai de Ezra Blount – o menino de nove anos que foi pisoteado durante a tragédia Astroworld – falou publicamente na quinta-feira pela primeira vez sobre o que aconteceu no festival de Travis Scott em Houston.

EM conversa com a ABC Houston, Treston Blount disse que seu filho ficou muito fã do rapper por meio de suas parcerias com o jogo Fortnite e a rede de fast food McDonald’s. “[Ezra] ficou maravilhado. Ele estava pronto para ir ao show”, Treston disse. “Quando descobri que ele era um grande fã [de Scott], pensei: Sim, temos que ir, temos que ir ver o Travis ao vivo”.

Treston disse que ele e Ezra ficaram mais para trás da multidão no Astroworld Festival “porque a frente do palco pode ficar um pouco selvagem,” mas uma vez que o set de Scott começou, eles foram arrastados pela onda da multidão. “Tudo foi legal, por uma fração de segundo”, disse Treston, “foi como um filme de terror.”

“Estava gritando ‘Não consigo respirar’, haviam outras pessoas ao meu redor dizendo que não conseguiam respirar. Foi definitivamente um momento em que eu não sabia mais o que fazer”, disse Treston.

Treston caiu no chão inconsciente, enquanto Treston foi pisoteado; o menino de nove anos foi removido da multidão por um bom samaritano. Quando Treston finalmente acordou, ele foi notificado de que seu filho estava no hospital e recebeu uma foto de seu filho em coma induzido. “Só de vê-lo nessa condição … eu simplesmente não estava pronto para isso.”

“Eu poderia dizer que ele estava mal”, acrescentou Treston. “Eu não estou pronto para perder meu filho de forma alguma. Ainda temos muito o que viver … esse é o meu garoto.”

A avó de Treston, Tericia, uma enfermeira, disse anteriormente à Rolling Stone: “É horrível. Estamos apenas aguentando firme, tentando permanecer fortes. Ele tem ferimentos no rim, no pulmão e no fígado. Basicamente, todo o órgão sofreu danos. Ele teve uma parada cardíaca. Seu coração está fraco e também ferido. E seu cérebro está inchado e ele está em coma induzido. Eles estão apenas tentando mantê-lo confortável e tentando descobrir um plano para salvar ele. Eles tentaram tirar os medicamentos que o mantem parado, mas não deu certo. Estamos naquele lugar agora, apenas esperando o melhor, apesar de todas as informações negativas.”

No início desta semana, a família de Treston entrou com uma ação de negligência contra a Live Nation e Scott pedindo pelo menos US$ 1 milhão em danos. O processo alega que os organizadores do show não conseguiram interromper a apresentação de Scott por pelo menos 40 minutos depois que as autoridades municipais declararam a cena um “evento com vítimas em massa”, e que Treston foi “ pisoteado e catastroficamente ferido” como resultado.

Sair da versão mobile