Podcast de Mano Brown segue como mais ouvido do Spotify

capa mano brown

Mano Brown está se destacando como apresentador

Comandado por Mano Brown, o podcast Mano a Mano, original do Spotify, estreou no mês de agosto e, desde então, assumiu o primeiro lugar entre os mais ouvidos da plataforma de streaming, posição em que se mantém. O primeiro papo do programa que está no topo do Top Podcasts foi com a rapper Karol Conká. O episódio também ocupa o primeiro lugar na categoria Sociedade & Cultura da plataforma. Na entrevista, Brown conversa com a cantora sobre a sua infância, carreira e passagem pelo Big Brother Brasil 21.

Um destaque do episódio foi a fala de Karol sobre como se via após a má repercussão de sua participação no reality show e o recorde de rejeição que recebeu em sua eliminação. A cantora, então, se desculpou e assumiu a culpa pelos seus atos: “Eu não a julgo. No Brasil, quanto mais você abaixa, mais a bunda aparece. Eu não sei se as pessoas estão merecendo você pedir tanto perdão assim” opinou Brown durante o episódio. Essa frase ganhou uma enorme repercussão no Twitter, e o nome de Karol Conká ficou entre os assuntos mais comentados.

Foto: Jef Delgado/Spotify

A autenticidade, aliás, marca a produção do podcast: com algumas intervenções da produção, a impressão é que a maioria das perguntas sai da própria cabeça do apresentador, e sem roteiro prévio. Talvez haja um direcionamento aqui e ali, apesar disso, o improviso impera. Com referências fortes e o dom para evocá-las na hora certa, o Mano de “Mano a Mano” deixa na audiência um sentimento de “não posso perder o próximo” em cada episódio.

As falas de Brown, as gírias, as perguntas secas e rasgadas (sem a preocupação de “emparedar” o entrevistado), a maneira como ele se impressiona com os discursos dos convidados, a reverência aos “antigos” e, acima de tudo, sua atenção plena nas conversas (legitimamente interessado naquilo que está sendo dito), o tornam um comunicador inovador e poderoso.

Confira o anúncio da liderança:

Sair da versão mobile