Sem testemunhas e com Megan Thee Stallion não prestando queixas, policia procura vídeo para saber se Tory Lanez realmente atirou na rapper.

Após muitas informações desencontradas, podemos finalmente ter recebido algo mais concreto para entender o que aconteceu com Megan Thee Stallion e Tory Lanez na noite em que o rapper de Toronto foi preso. Um novo relatório da Page Six, indica que Tory Lanez supostamente abriu fogo contra Megan Thee Stallion no domingo de manhã depois de discutir com ela e sua amiga.

A novidade no caso foi revelada por fontes diretamente ligadas à investigação. A discussão começou depois que o grupo deixou uma festa em Hollywood Hills no SUV com motorista e, em algum momento, Megan e sua amiga, Kelsey Nicole, queriam sair do veículo. Fontes da TMZ dizem que Tory abriu fogo de dentro do veículo e supostamente atingiu Meg nos pés duas vezes.

A LAPD parou o carro de Tory (Video) pouco tempo depois. Os pés de Megan estavam claramente sangrando na calçada enquanto ela seguia as instruções da polícia para sair do veículo (Video). Tory foi preso por posse de uma arma escondida. Mas por que ele não foi acusado pelo suposto tiroteio?

Com base no que sabemos, Tory Lanez deve relatar que foi um tiro acidental. Megan disse inicialmente à polícia que tinha cortado os pés no vidro antes de divulgar uma nota dizendo que havia levado dois tiros em crime praticado contra ela. A rapper é a vítima neste caso – como a polícia a havia listado desde o início. É perfeitamente possível que ela se sentisse intimidada para acusar Tory como suposta vítima de violência contra mulher.

Testemunhas não estão cooperando com a polícia até o momento, segundo fontes policiais, e sem testemunhas dispostas a testemunhar, pode ser difícil provar o caso contra Tory. No entanto, tudo pode mudar. A polícia foi notificada de que há um vídeo do tiroteio feito por um celular. Fontes policiais dizem que os investigadores ainda não colocaram as mãos nesse vídeo mas, obviamente, se o conseguirem isso poderia mudar drasticamente o caso.

Uma peça chave no caso pode ser a amiga de Megan, Kelsey Nicole, que estava com ele e Tory no momento da confusão. Depois de Meg revelar que havia sido baleada, uma grande onda de rumores sobre como tudo teria acontecido surgiram nas redes sociais. Em um deles, uma das melhores amigas de Megan Thee Stallion era citada como a possível autora dos disparos. Ao ficar sabendo disso, Kelsey Nicole decidiu esclarecer a situação. “Eu queria esclarecer os rumores de que eu atirei na Megan. Não era eu que estava com a arma e eu nunca faria algo assim. Entretanto, eu estava presente”, disse a modelo indicando que apenas Tory poderia ter efetuado os disparos.

Fique ligado para qualquer novidade sobre o confuso caso.