spot_img

Detalhes do dia do assassinato de Pop Smoke são revelados durante julgamento

Detalhes dos momentos finais de Pop Smoke foram compartilhados durante uma audiência preliminar para um dos suspeitos acusados ​​de seu assassinato.

Mais detalhes foram compartilhados sobre o que Pop Smoke sofreu em seus momentos finais na terra. Antes da quarentena de COVID-19 chegar, Pop Smoke estava em Los Angeles hospedando-se em um Airbnb em Hollywood Hills de propriedade de uma estrela de Real Housewives of Beverly Hills quando foi assasinado. Já sabiamos que um grupo de ladrões invadiu a propriedade e atirou no rapper a sangue-frio, mas o New York Daily News relata que foi muito pior.

De acordo com o relatório, Pop Smoke, cujo nome verdadeiro é Bashar Jackson, estava no banho quando foi confrontado por atiradores mascarados por volta das 4h. Afirma-se que os suspeitos entraram na casa “por uma varanda do segundo andar”, disse um detetive do Departamento de Polícia de Los Angeles. Uma mulher estava supostamente no local com Pop Smoke no quarto quando um dos homens colocou uma arma em sua cabeça. O detetive Christian Carrasco relatou tudo em uma audiência preliminar para um dos suspeitos, Corey Walker, de 20 anos, na quinta-feira (6 de maio).

Det. Carrasco afirmou que o homem disse à mulher: “Cale a boca. Você quer morrer?” Ele acrescentou: “Ela ouviu uma luta acontecendo no banheiro e ouviu o Sr. Jackson gritando. O Sr. Jackson correu para fora do banheiro e então ela ouviu um estalo alto e [ouviu] o Sr. Jackson cair no chão. “Foi então que” dois outros indivíduos começaram a chutá-lo.”

- Advertisement -

“Sr. Jackson se levanta e desce correndo. Ela ouve mais dois estalos”, disse Carrasco. “Ela segue o Sr. Jackson, o vê no chão e grita para Michael (Durodola) ligar para a polícia e a ambulancia.” Durodola é um ator do Brooklyn. A mulher não identificada disse às autoridades que acreditava que os assassinos agarraram e roubaram um grande relógio de ouro e mais joias antes de fugirem.

Pop Smoke foi levado às pressas para o hospital, onde foi relatado que os médicos realizaram uma “toracotomia”, mas, infelizmente, o rapper sofreu um declínio “rápido”. Foi a placa do veículo dos assassinos que foi captada por imagens de vigilância que direcionaram os detetives na direção de Walker. Não muito antes de o tiroteio ocorrer, os investigadores dizem que Pop Smoke compartilhou imagens da residência de luxo, e as fotos mostravam o endereço da casa e que o rapper tinha uma grande quantia em dinheiro com ele.

Walker se declarou inocente de assassinato e roubo. O advogado de Walker disse ao Daily News que é fã de Pop Smoke, mas  que “nossa posição que o Sr. Walker não matou ninguém”. Walker é o único adulto acusado no caso, já que é relatado que três outros suspeitos do sexo masculino, incluindo um adolescente de 15 anos, supostamente envolvidos, são todos menores. Eles também foram acusados ​​de assassinato e roubo. Walker enfrenta a pena de morte se for condenado.

Hot Topics

RELACIONADOS