quinta-feira, abril 22, 2021

Primeira paciente com coronavírus no mundo revela como contraiu o vírus

- Advertisement -spot_imgspot_img
- Advertisement -spot_imgspot_img

Uma mulher que se acredita ser a primeira pessoa a ter um resultado positivo para a COVID-19 fala sobre a situação.

Imagine ser a primeira pessoa a contrair o novo coronavírus, que se espalhou pelo planeta, infectando mais de 660 mil pessoas e matando mais de 30 mil. Como você acha que ela está se sentindo sobre tudo isso? O “Paciente Zero” foi identificado como Wei Guixian, uma vendedora de camarão de 57 anos do mercado Huanan em Wuhan, China.

Ela estava entre as primeiras 27 pessoas que deram positivo para o vírus e acredita-se que seja a “paciente zero”. Pela primeira vez, ela falou sobre sua própria experiência com o coronavírus para o Wall Street Journal. “Eu me senti um pouco cansada, mas não tão cansada quanto nos anos anteriores. Todo inverno, eu sempre sofro de gripe. Por isso, pensei que era uma gripe”, disse Wei.

Ela foi a uma clínica local onde recebeu tratamento para a gripe antes de retornar ao trabalho, efetivamente começando o surto que “fechou” o mundo inteiro. Seus sintomas pioraram antes que ela decidisse ir ao hospital, onde os médicos não conseguiam descobrir o que havia de errado. Em 16 de dezembro, ela visitou outro hospital, onde foi determinado que ela estava entre muitas pessoas que contraíram a doença “cruel”.

Antes de finalmente serem colocados em quarentena, os médicos determinaram que vinte e quatro dos vinte e sete casos que haviam visto vinham do mercado de frutos do mar, também percebendo que Wei provavelmente era a “paciente zero”.Ela acredita que entrou em contato com o vírus por meio de um banheiro compartilhado com vendedores de carne selvagem, como a de morcego que pode ser a origem do vírus. Desde então, Wei se recuperou totalmente da COVID-19.

Em outras notícias sobre o coronavírus, os Estados Unidos têm oficialmente mais casos confirmados que Itália e China. Já no Brasil, são quase 4 mil casos e mais de 100 mortes confirmadas.

- Advertisement -spot_imgspot_img
Latest news
- Advertisement -spot_img
Related news
- Advertisement -spot_img