Seguir

Raffa Moreira denuncia racismo latente ao ser comparado com Matuê

O Brasil vendeu sempre a imagem de um país multirracial e que todos os povos eram acolhidos. Mas no dia a dia, a realidade é outra. Diferentemente dos Estados Unidos, onde o racismo é declarado e debatido. No Brasil, como a questão não é declarada, o racismo está latente na nossa cultura, fruto da época colonial. Mas o fato é que ele existe e notamos isso diversas vezes, principalmente no Hip Hop.

Hoje o trapper Raffa Moreira denunciou racismo latente de uma página do Trap Nacional, aonde eles comparam o suposto cache de Lil Raff com o de Matuê. – “Vocês promovem Matuê por que vêem nele alguém branco como vocês, alguém pra vocês se espelharem. O rap fechou a porta para os brancos por muitos anos, quando abriu… Aconteceu isso que ta na foto. PS: Meu cachê ta 2. Nada contra (muito menos a favor) o artista Matuê.”

https://www.instagram.com/p/BmBPKV2HA9h/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=rienb7zkthy6

A publicação gerou centenas de comentários no Instagram, muitos indo contra a direção de Lil Raff

“Seu cachê ta e alto e você reclamando, as musicas do Matu~e tem letra, ja as suas kkkkkkkk preciso nem falar nada”

“Cara isto tem haver com talento faz umas letras mais produtivo inteligente vais ver o resultado deixa de fazer de vítima nas redes sociais usando a cor da pele com desculpa os melhores trapstrar só mundo são negros tão ganhando milhões cash os #Migos são exemplos disso”

São alguns dos comentários que podemos ver na publicação.