Dana White, chefão do UFC, revelou que 50 Cent começou as conversas para a grande luta.

Os dois rivais se enfrentaram em um combate de grande sucesso em agosto de 2017, com Mayweather vencendo no 10º round. O confronto marcou o fim de meses de ataques e provocações do par, com o evento sendo disputado na modalidade boxe. Mas o presidente do UFC, Dana White, revelou que um encontro casual com 50 Cent – um amigo (agora rival) de longa data de Mayweather – foi o catalisador da super luta que aconteceu.

White disse à ESPN: “Quando houver demanda. Senti a demanda por McGregor vs Mayweather, senti, sabia que seria grande, então começamos a conversar. Eu me encontrei com 50 Cent em Nova York e ele disse: ‘Floyd quer lutar com seu garoto.’ Eu disse: ‘Meu filho, quem?’ e Ele falou ‘O garoto irlandês.’ E eu fiquei tipo, ‘Ele vai matá-lo’, porque eu estava pensando no MMA.”, revelou Dana.

O chefe do UFC continua dizendo que 50 Cent fez questão de mostrar que não estava brincando, “Ele está falando sério. Eu ligo para ele agora. E foi assim que tudo realmente começou. E então, onde quer que eu fosse, era tudo o que alguém me perguntava. Então, quando comecei a realmente sentir, foi então que comecei a levar a sério, e fiz uma oferta.”

Depois que Mayweather venceu McGregor na estréia do irlandês no boxe, ele se aposentou oficialmente do esporte. Ele voltou no final de 2018 para uma luta contra o kickboxer japonês Tenshin Nasukawa, em Tóquio. Mas em novembro passado, o homem de 42 anos anunciou que estaria ‘saindo da aposentadoria em 2020’ para trabalhar em um ‘evento espetacular’ com White.

O chefe do UFC, White, revelou: “Nós dois começamos a conversar. A maneira mais fácil de explicar isso para você é que Floyd e eu sentimos que agregamos valor um ao outro e vamos descobrir algo para fazer juntos. Algumas coisas têm que acontecer, e então eu vou começar a conversar com o conselheiro de Mayweather, Al Haymon, talvez neste verão e então eu vou ter algo para Floyd no outono.”, finalizou Dana.