Rapper 6ix9ine diz que artistas passam a ser mais valorizados quando morrem

by Felipe

Depois de ajudar a derrubar ex-associados da gangue Nine Trey Gangsta Bloods no tribunal federal, o 6ix9ine está vivendo no limite proverbial após ser libertado ao público. Aparentemente, até ele está chocado por ainda estar aqui.

Tekashi está a cerca de duas semanas de estar fora da prisão domiciliar e se tornar um homem totalmente livre. No sábado (11 de julho), um blog do Instagram questionou se o 6ix9ine estaria ou não ativo nas ruas assim que ele estivesse livre do monitor de tornozelo posando: “Vocês acham que o 6ix9ine voltará a correr pelas ruas quando sair da prisão domiciliar ou ele vai sair da América e se esconder pelo resto de sua carreira? ” O rapper do Brooklyn respondeu na seção de comentários. “Estou surpreso por não ter morrido ainda”, postou Tekashi. “Mas não é tão ruim estar morto do jeito que você apóia o artista depois que eles morrem. #Fakelove”.

A fala do rapper vem um dia depois que o álbum póstumo de Pop Smoke se tornou o disco póstumo mais bem sucedido em sua primeira semana de vendas, superando o álbum póstumo de Michael Jackson lançado em 2009, mas não pense que esse recorde irá ser dele por muito tempo. O disco póstumo de Juice WRLD que chegou nas ruas na última sexta-feira, deve quebrar o recorde.

6ix9ine tornou-se mais popular do que nunca, depois de se safar de uma sentença de 45 anos de prisão, trabalhando com o governo federal. Desde que voltou para casa após cumprir 16 meses de prisão, ele começou a soltar músicas, lançando os singles “Gooba” e “Trollz”, com Nicki Minaj. Ele já havia declarado que estaria correndo pelas ruas se não estivesse em prisão domiciliar. Seu advogado expressou preocupação de que ele será alvo de membros de gangues quando não estiver sendo monitorado pela polícia.

“Estou preocupado”, disse Dawn Florio, um de seus advogados, ao New York Post em um artigo publicado em junho. “Muitas pessoas condenam Danny por cooperar com o governo. Até um jovem membro de uma gangue que quer se destacar pode tentar alguma coisa. ”

Quando o monitor do tornozelo for removido, o 6ix9ine terá mais cinco anos de liberação supervisionada e precisará de permissão para deixar os distritos sul e leste de Nova York. De acordo com um artigo publicado no TMZ no domingo (12 de julho), o advogado do rapper diz que vai ficar longe de problemas e se concentrar na música.

Relacionados