Rapper Kanye West indica que vai concorrer a presidência dos EUA em 2024

Kanye West vai concorrer a presidência novamente.

Kanye “Ye” West se abriu sobre co-parentalidade com Kim Kardashian, sua batalha legal em andamento com a Gap e suas contínuas ambições políticas em uma ampla entrevista com a ABC, feita recentemente. Sentado com a principal âncora da ABC News Live, Linsey Davis, o rapper vencedor do Grammy confirmou que, apesar do nível de estar ocupado com seu divórcio, sua “escola gospel” Donda Academy e tentando encerrar os contratos com a Adidas e Gap, ele ainda pode estar de olho em uma corrida presidencial no futuro.

Capa Kanye West e Diddy
Foto: Jeff Kravitz/FilmMagic/Getty

“Você tem aspirações políticas futuras?” perguntou Davis.“Sim, absolutamente”, respondeu ele. Nesta sexta-feira (8) o rapper parece indicar estar falando sério, ao divulgar um boné com a data de 2024, ano das próximas eleições americanas.

Kanye concorreu à presidência de forma memorável em 2020, acabando por ceder sua candidatura em novembro, depois que sua campanha incipiente e autofinanciada não conseguiu ganhar força. (Um registro de divulgação da FEC mostra que ele emprestou US$ 6,8 milhões para seu próprio comitê presidencial.

Em uma entrevista de 2020 à Forbes na qual ele denunciou seu antigo endosso ao ex-presidente Donald Trump e detalhou os inquilinos de sua campanha – sob o que ele chamou de “Festa de Aniversário” – West revelou que, com orientação de Elon Musk, ele se inspirou do modelo de governança de Wakanda, como visto em “Pantera Negra”.

Ele também disse que 2020 parecia a hora de concorrer a presidência: “Deus apenas me deu a clareza e disse que é hora. Você sabe que eu estava lá fora, acabei no hospital, as pessoas estavam me chamando de louco. Eu não sou louco. Agora é hora. E não estamos enlouquecendo, estamos indo para Yeezy, é um nível totalmente diferente agora”.

https://twitter.com/kanyewest/status/1578587981010505728