O Departamento de Policia de Los Angeles está investigando seriamente a participação de Tory Lanez na confusão que deixou Megan Thee Stallion baleada.

A amizade entre Tory Lanez e Megan Thee Stallion estava bem documentada, mesmo nos dias que antecederam o incidente na manhã de domingo. Vários dias antes de Megan Thee Stallion levar dois tiros, ela e Tory estavam curtindo uma piscina com Kylie Jenner. Tudo parecia bem, mas agora existem teorias sobre o que exatamente aconteceu antes dos disparos.

Fontes próximas à situação alegam que Tory disparou sua arma nos pés de Megan enquanto ela tentava sair do carro em que ambos estavam sentados com sua melhor amiga. Uma discussão acalorada teria acontecido antes do tiroteio.

Embora Tory não tenha sido apontado como um potencial suspeito, a polícia de Los Angeles está oficialmente investigando o tiroteio como um ataque agora. Os policiais acreditam que este é um caso de agressão com uma arma mortal, mas não estão confiantes de que isso seja tentativa de homicídio.

O Departamento de Polícia de Los Angeles está investigando profundamente a possibilidade de Tory ser o atirador neste incidente, o que certamente resultaria em um período difícil para ele se acusado. Tory ainda não abordou a controvérsia. Fontes próximas a ele afirmam que, se for confirmado o atirador pela polícia, ele alegará que os disparos foram acidentais.

Megan Thee Stallion e Tory Lanez: Tudo o que sabemos sobre a confusão que deixou a rapper baleada