Morte de Trouble foi motivada por cíumes de ex-namorado de mulher que o rapper estava se relacionando

Jamichael Jones recebeu uma audiência preliminar de 15 de junho depois de se entregar às autoridades.

O assassinato do rapper Trouble, de 34 anos, é apenas uma das histórias preocupantes que saíram de Atlanta no fim de semana passado – a outra é a morte relatada da mãe de Metro Boomin – mas à medida que os dias passam, mais informações sobre o que levou até o incidente tornou-se disponível.

A jornalista da CBS, Tori Cooper, tem twittado ao vivo suas descobertas, revelando primeiro que Jamichael Jones, que se entregou às autoridades pouco após a notícia da morte de Trouble chegar à Internet por seu suposto envolvimento, fez sua primeira aparição perante um juiz. “O suspeito acabou de comparecer perante um juiz e eles marcaram a data do julgamento para uma audiência preliminar em 15 de junho [às] 13h”, escreveu ela.

Capa Trouble
Foto: Reprodução

Em outra atualização, Cooper revelou detalhes exclusivos do mandado de prisão para Jones que ela havia obtido. “Documentos do tribunal dizem que Trouble estava dormindo na cama de uma mulher que disse à polícia que seu ex-namorado (Jamichael Jones) invadiu sua caça, começou a lutar contra ela e Trouble antes de atirar nele e fugir”.

O próprio relatório afirma diretamente: “Ela acordou com seu ex-namorado a socando no rosto”, o que acabou se transformando em uma briga fatal. “[A mulher] afirmou que ela e o Sr. Jones se separaram porque aproximadamente uma semana atrás ela e o Sr. Jones estavam discutindo um com o outro sobre ele não ter um emprego e não ajudá-la a pagar as contas.”

Jones teria dado um soco no nariz da mulher na época e, quando ela ligou para o 911, ele fugiu do local. Desde então, ela disse que não o tinha visto e que ele não tinha voltado para casa.

 

Vinicius Prado

Vinicius Prado

Completamente viciado pela cultura hip-hop e urbana desde 1990.