XC desenvolve suas rimas através de punchs e metáforas bem construídas, acompanhadas de um flow técnico e marcado

Nascido em São José Dos Campos, interior de São Paulo, XC é notavelmente um dos Mc’s mais singulares do Estado. Com um teor introspectivo e fora da caixa, somada a uma personalidade agressiva e debochada, XC desenvolve suas rimas através de puchs e metáforas bem construídas, acompanhadas de um flow técnico e marcado, tratando de variados assuntos que vai da sensibilidade do artista, até as críticas ao sistema de governo. Traz a autocrítica muitas vezes como ponto alvo e o ser social político como a principal chave para abordagem dos temas.

Com uma bagagem de 8 anos na cultura Hip-hop, XC começou fazendo Freestyle em 2013 na popularizada por “SINTESE” a calçada do SESC localizada no coração de SJC/SP, e desde então, mergulhando totalmente na arte, que o levou a desencadear seus futuros projetos como dealizador, designer, stylish e co-fundador da Companhia Criativa “NOHOPEKIDZ” em associação com Franz Lehar (fundada em 2017, voltada para produção criativa de arte, envolvendo desde vestimentas únicas confeccionadas a mão por ele mesmo e peças de grife, sneakers customizados, produção de filmes & clipes, músicas, skate video parts e por último, mas nem um pouco menos importante Movimentos Culturais desde shows e eventos beneficentes em periferias para arrecadação de suprimentos, a shows em casas culturais e boates noturnas)

Ex-integrante da gravadora “CAZA13” por quem fez mais de 20 shows em SJC de 2018 a 2019. A mesma também é até hoje responsável pela “batalha do 31” no extremo sul da cidade. Integrante do conjunto”FAC”(conjunto de MCs local composta por 5 integrantes) por quem realizou 2 shows em 2020 antes da paralisação, por conta do COVID, materializou diversos clipes no ano de 2020 apadrinhando o grupo com sua Companhia Criativa, responsável por filmar, dirigir e editar e distribuir esses trabalhos. Também interpretando musicas por este movimento e lançando seu álbum neste mesmo episódio do arco de sua carreira artística. No ano de 2020 a “FAC” também concluiu projetos em colaboração com Jean Furquim “GIRAMUNDO FILMES” MYNORH – A Beira Da Loucura, e “DGFILMES” (produtor de audiovisual oficial do DJ GBR) com styling de Neguinho De Favela, FAC- Chora agora, ri depois.

Integrante do Coletivo de artistas independentes “SAMEYELLOWCOMPLEX”, composta por 5 MCs: EOFUKING (integrante da “FAC” tambem e cria das batalhas de rap do estado desde os 12anos de idade), OLIVÊ (que obteve seus primeiros lançamentos no ano de 2021 pela “SAMEYELLOWCOMPLEX”), JOVEM (integrante da “OLEANPO” Gravadora do Rio De Janeiro fundada em 2019), XELAS (Multi-instrumentista, foi vocalista de uma banda de Rock na adolescência, obteve seu primeiro lançamento no HIP HOP no ano de 2019 como artista solo no “SOUNDCLOUD”, E XC.

3 Djs & Produtores que trabalham em conjunto em nome da “SEX SAMPLES” (Estudio de produção musical voltado para música eletrônica), após se apresentar em diversos lugares do país imerge na cena do HIP HOP brasileiro em 2021, responsável pelo instrumental, captação de voz, mixagem e masterização dos projetos da “SAMEYELLOWCOMPLEX”. E 2 Designers, AKACAIO & Laura Narvaes como fundadores da “AKACLUBE” (Streetwear) e Idealizadores da “SAMEYELLOWCOMPLEX”. XC promete firmar de vez a sua carreira solo trazendo uma nova identidade visual, e imersão no mercado da moda no ano de 2021.

XC é a sigla de “XIÁN-CÁI” uma flor de origem chinesa cujo nome do Latim “Amaránthus”, significa “eterno, imortal, algo que não se deteriora nem perde luz” & “REZO” significa “reza, oração, meditação’’. O single introduz XISSCE na cena do grime/drill brasileira. Após o lançamento de seu primeiro álbum no final de outubro do ano passado pelo canal de YouTube “NOHOPEKIDZ”, resultando em muito respeito conquistado na cena underground de rap local, por imergir seu público em uma atmosfera tão chocante e, ao mesmo tempo elétrica, contando histórias de um bairro pobre, localizado na margem da 1ª COHAB de SJC/SP, órfão de uma mãe solteira, relata seus desafios e superações, também ao mesmo tempo, citando detalhes de sua introdução ao hermetismo e culturas espirituais.

Trouxe agora em 2021 a maturidade profissional e empresarial de estar prestes a lançar um projeto sólido, característico, trazendo no seu primeiro clipe solo, a materialização de alguns elementos representados no álbum, acompanhando o ritmo acelerado de Drill/UK produzido pelos DJs da “SEX SAMPLES”, em conjunto com seus talentos de direção de arte, edição, trazendo vestimentas únicas e impactantes no seu styling, fazendo da obra completa e um todo coberto de referências fortes.

Confira o videoclipe abaixo: